Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitores

13 de Maio, 2016
A equipa técnica precisará de estratégia, precisamos de ganhar por três a zero, é a única oportunidade que temos. (...) Falta-nos apenas um jogo para podermos entrar na fase de grupos.
Ernesto Muangala , governador provincial da Lunda Norte

Apesar de termos um plantel bastante limitado, estamos a trabalhar com afinco, no sentido de invertermos a tendência do jogo. Vamos para lá e provar em campo que nem sempre as tendências são fiéis aos factos.
António Lopes , Chiby, treinador da Académica do Lobito

A organização nas associações e nos clubes devem ser melhoradas. Infelizmente, em Menongue, ainda não se nota esta melhoria. Sendo assim, digo que a primeira volta do campeonato foi normal, mas teria sido melhor, se houvesse maior organização administrativa.
Ernesto Castanheira, técnico do Futebol Club Casa Militar do Cuando Cubango

Estou muito orgulhoso do pessoal da minha equipa, estamos a passar por momentos difíceis, mas eles estão a fazer um trabalho fantástico e estou muito feliz pela forma como estamos a trabalhar. Em todos os Grandes Prémios, estamos a conseguir deixar o carro muito bem acertado.
Lewis Hamilton , piloto de Fórmula 1 da equipa Mercedes


A PERGUNTA DO DIA
Acredita o Voleibol de praia angolano ainda tem hipóteses de garantir a qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio - 2016?

Como angolano devo manter a crença que o voleibol vai marcar presença nos Jogos Olímpicos do Rio -2016. A pouca informação disponível em torno da campanha dos angolanos nos circuitos internacionais não me permite manter certeza. Carlos Njinga, da Associação Ana-Njinga

Não é crime sonhar com o apuramento nos Jogos Olímpicos do Brasil. As vagas existem e os concorrentes também. Embora não ter conhecimento como estão a comporta-se no circuito internacional mas acredito que estaremos no Rio. Edson Cabita, técnico de manutenção

Tenho fé na presença de Angola nos Jogos Olímpicos do Rio. Como nada está perdido devemos manter a confiança. A maior probabilidade está na classe feminina que habituou-nos a presentear os angolanos com bom resultados. Ladislau Cusseca , técnico de marketing

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »