Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitores

17 de Junho, 2016
"A direcção da Federação está a trabalhar de forma árdua no sentido de colocar nas próximas horas os três atletas, que militam nos Estados Unidos da América, nomeadamente, Bruno Fernando, Sílvio Sousa e Valdir Manuel".
Tony Sofrimento, secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol

“ Foi um grande jogo, com duas excelentes equipas com um nível em termos de qualidade elevadíssimo, em que foram criadas oportunidades de golos. O fio de jogo e emoção estiveram também em evidência. É pena que faltaram golos".
Zoran Maki, treinador do Sagrada Esperança

“ Queríamos ganhar mas o empate também vale porque conseguimos um ponto num campo muito difícil. Por tudo aquilo que as duas equipas fizeram em campo, foi um bom jogo. O mais importante é que continuamos à frente da classificação a cinco pontos de vantagem do segundo classificado".
Filipe Nzanza , treinador-adjunto do 1º de Agosto

"Gostaria primeiro de felicitar a comissão eleitoral, pelo aturado trabalho que desenvolveu, assim como todos aqueles que depositaram confiança no nosso projecto de candidatura. Dizer que em processos desta natureza, não há vencidos nem vencedores".
Agostinho António, novo presidente da APF do Uíge


A PERGUNTA DO DIA
O técnico Romeu Filemon pode dar outra vida ao Kabuscorp do Palanca na corrida para o título do Girabola?

Penso que sim. Pelo seu historial, é um bom treinador que já passou, inclusive, pela selecção nacional. O Kabuscorp do Palanca não é uma má equipa, apenas teve esta baixa se calhar da má gestão do treinador Miller Gomes que esteve no comando da equipa. O sucesso de uma equipa depende muito daquele que coordena o grupo. Marques Dieta , estudante

Vamos respeita a decisão do vice-presidente do clube o José Domingos "Dimas" que em conjunto com os seus colegas decidiram contratar o técnico Romeu Filemon. A equipa está com maus resultados desde que começou o Girabola e é necessário mudar este quadro. Veremos o que ele pode fazer. Sérgio António, funcionário público

É um treinador com experiencia e pode ser que consiga domar o quartel do Kabuscorp. Esteve na selecção nacional por algum tempo embora não tenha conseguido títulos, já orientou o 1º de Agosto, 1º de Maio de Benguela, Benfica de Luanda, entre outras. É alguém que já foi apontado para o comando de grandes equipa como o Platinum Stars da África do sul. Manuel Mota, estudante

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »