Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

18 de Agosto, 2016
O melhor mesmo foi ter marcado os meus primeiros golos na prova, o que me permite ganhar mais confiança para as etapas subsequentes. Demorou, lutei e alcancei. Por isso, acredito que doravante será mais fácil voltar a fazer o que eu mais sei em campo que é marcar golo.
TSHABALALA, atacante da Académica do Lobito

Quando ganhamos, todos nós ganhamos, porque todo o mundo está aí para trabalhar, grita, chama atenção, não gosto de perder por isso sofro muito, principalmente quando é um jogo em que as coisas não correm bem. Converso com elas, mesmo quando estou a tratar alguém que se magoou no campo.
NATÁLIA CAMPOS, ex-andebolista do Petro de Luanda

O Libolo entra nas competições sempre para ganhar. Quanto a isso não temos opção, após o percurso de sucesso desportivo que fizemos ao longo destes 8 anos de presença no Girabola. Mas estamos conscientes da realidade. Não somos nem de longe nem de perto o clube do Girabola com o maior orçamento.
RUI CAMPOS, presidente do Recreativo do Libolo

Estamos a ter competições excelentes e desempenhos excepcionais também. No entanto, é muito difícil comparar. Se você reparar nos diversos desportos, os desempenhos, os recordes, temos um alto padrão. Tem muitas histórias com toque humano para os atletas. Portanto, tudo isso, junto à amizade e o calor dos nossos anfitriões.
THOMAS BACH, presidente do COI


A PERGUNTA DO DIA
DEPOIS DA VITÓRIA (1- 0) NA PRIMEIRA-MÃO A SELECÇÃO DE SUB-17 DE FUTEBOL PODE SÁBADO SUPERAR AS ILHAS MAURÍCIAS?

Penso que sim. Apesar de reconhecer que será um jogo difícil, temos que manter a esperança de conseguir uma vitória. Esta é a penúltima eliminatória de qualificação à fase final do CAN do próximo ano, em Madagáscar e o país não pode dar a desfeita de ficar de fora. O conjunto está motivado, vamos colocar fé neles.
Lourenço António, funcionário público

Pelo trabalho que vimos esta equipa fazer no jogo da primeira-mão onde conseguiu uma vitória de 1-0, pode sim voltar a derrotar o adversário das Ilhas Maurícias. Isso é desporto e tudo pode acontecer, nada é impossível. Precisamos apenas que os miúdos estejam bem preparados física e psicologicamente.
Francisco Sampaio, músico

Esta equipa é jovem e está a jogar melhor se comparada com a própria selecção de honras. Eles têm um bom técnico, o Simão Lunguinha que vai de certeza orientá-los no sentido de encarar o jogo com a maior responsabilidade possível e aproveitar o apoio do público como um elemento catalisador para a vitória.
Ercílio Vicente, estudante

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »