Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitores

14 de Setembro, 2016
Vamos melhorar a imagem do clube, desde um pequeno ajustamento no seu logótipo, e também na forma de apresentação das cores, e de tudo que é material desportivo. Não há mudanças radicais.
Tomás Faria, presidente do Petro de Luanda.

Vamos trabalhar, porque sabemos que ainda não estamos numa situação cómoda, visto que o nosso grande objectivo é posicionarmo-nos no meio da tabela. Estamos quase a chegar lá, mas temos muito ainda por fazer.
Corola, treinador do ASA.

Os jogos que faltam são jornadas dificílimas. Temos de pensar vencer todos os jogos, para que a nossa equipa permaneça. Honestamente falando, nós não prevíamos nesta altura da competição, que estaríamos nesta situação em face do arranque que tivemos.
Ezequias Domingos, director administrativo do Desportivo da Huíla.


Enfrentarei todas as acusações apresentadas contra mim, e defender-me-ei de cada uma delas. Sou completamente inocente, quero defender o meu nome e a minha reputação. Confio no sistema judicial brasileiro, acredito que serei absolvido, de todas as acusações.
Patrick Hickey, presidente do Comité Olímpico Irlandês.

A PERGUNTA DO DIA
A EQUIPA BRAVOS DO MAQUIS DESTA VEZ VAI TER PEDALADA PARA DESFILAR NO PRÓXIMO GIRABOLA?


O Bravo do Maquis é uma equipa forte que disputou muito bem o campeonato da segunda divisão. Eles já estiveram no Girabola e desistiram, não porque tinham péssimos resultados, mas por causa de questões financeiras. O regresso vai alegrar muitos adeptos e será proveitoso para a competição. Mavinga Pedro, estudante.

Se os maquisardes conseguiram resultados para regressar à competição sénior do futebol nacional, é prova de que podem manter-se. Não vai ser a primeira vez que a formação do Maquis compete no Girabola, portanto já sabe como é, e entra consciente das responsabilidades que se lhes espera. Elísio Francisco, estudante.

A equipa mostrou que tem futebol para jogar no Girabola. Penso que tenha pedalada para suportar a competição, e quiçá, colocar-se numa posição prestigiada. Vamos torcer para que não haja mais problemas de âmbito financeiro, que possam forçar à desistência da equipa, desta prova tão almejada por muitas. Afonso Pedro, relações públicas .

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »