Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

06 de Junho, 2015
Estas denúncias ocorrem numa ocasião em que a família do futebol encontra-se engajada na preparação da Conferência Nacional do Futebol, a realizar-se nos próximos dias 25, 26 e 27 de Junho, cujos objectivos são a elaboração do Plano Nacional de Desenvolvimento do Futebol”. Gonçalves Muandumba , ministro da Juventude e Desportos

Prometo fazer o maior número de golos, apesar de ter ficado muito tempo fora da Selecção. Graças a Deus consegui recuperar e estou aqui para dar o meu máximo para continuar a merecer a confiança do seleccionador”.Yano, avançado dos Palancas Negras

Espero que na partida diante da República Centro Africana possamos vencer. O jogo será em casa e todos desafios no nosso reduto são para ser ganhos para começarmos bem a campanha. Este factor (altitude) também é uma das vantagens”. Ivo Traça , técnico do Clube Desportivo da Huíla

Não sou muito bom para guardar as coisas e não levo nada especial de lá. É um estádio lindo, perfeito para uma final de Liga. E agora sim, espero levar uma recordação do tamanho dessa final, que é a vitória”. Luis Enrique, treinador do Barcelona


A PERGUNTA DO DIA
A contratação de Jiresse, melhor marcador do Girabola, por parte do Petro de Luanda, pode impulsionar a equipa a um rendimento melhor durante a segunda volta?


A situação actual em que a formação do Catetão atravessa, na presente época, é das mais críticas da sua história. Contudo, esperemos que a actual direcção tricolor saiba contratar bons fazedores de golos, como é o caso do avançado congolês do Sporting de Cabinda. Augusto António, relações públicas

O melhor marcador da presente época do Girabola, o Jiresse, tem todas as qualidades necessárias para ajudar os petrolíferos, sétimo classificado com 20 pontos na tabela classificativa, a atingir um lugar melhor durante a segunda - volta. Diamantino Alfredo, relações públicas

Apesar de ainda não estar confirmada essa informação por parte da actual equipa, o Sporting de Cabinda, ainda assim, de acordo com fontes seguras, informaram que Jiresse esteve em Luanda para uma reunião com dirigentes da turma com mais títulos no Girabola. Quintino pena, conta própria

AVALIAÇÃO JD

HORÁCIO MOSQUITO
Presidente do CRC=Positivo

O presidente do Recreativo da Caála tocou na ferida. Teve a coragem que falta a muitos dos nossos dirigentes. Falou alto e em bom som, que há corrupção no nosso futebol. Disse mesmo, que no “caso angolano”, a identificação dos autores não é tão difícil quanto parece. Grande coragem, diga-se.

ROBERTINHO
Técnico do ASA=Negativo

A equipa do aeroporto afunda-se a cada jornada na tabela classificativa. Depois de um início em bom plano, os aviadores ocupam no final da primeira volta, a antepenúltima posição com 14 pontos, menos dois que o “lanterna vermelha”. Espera-se uma outra atitude na segunda volta. Caso contrário...


Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »