Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

02 de Outubro, 2016
O que me motiva a voltar à carga, é a letargia que o futebol está votado, e sobretudo, a desestruturação organizada que estamos a ver no nosso futebol. É uma desestruturação completa, acho que há aqui um descaminho completo, do que é a realidade futebolística a nível mundial.
Artur Almeida , aspirante à presidência da FAF

Embora, eu não tenha ouvido ainda o lançamento de outros candidatos, e não conhecer mais, porém, José Luís Prata é um candidato bem-vindo, e conhece bem os meandros da FAF. É um dos candidatos a quem devemos prestar atenção.
Jacques da Conceição, presidente do Benfica do Lubango

Realmente, perdemos a oportunidade de regressar ao Girabola do próximo ano, mas até aqui nada está perdido, porque ainda temos outra forma de salvar a época, em função do jogo das meias-finais que temos pela frente diante do Progresso, lá em nossa casa.
Domingos António , presidente do Domant FC

Qualquer equipa que tem Cristiano Ronaldo fica sempre mais forte. Nesta convocatória, os jogadores que a compõem têm mais tempo de jogo, têm mais ritmo, mais tempo de trabalho do que na convocatória anterior. Andorra é uma equipa, que defende com todos os jogadores nos últimos 30 metros do campo.
Fernando Santos , seleccionador português de futebol


A PERGUNTA DO DIA
A candidatura de José Luís Prata ao cadeirão da FAF pode agitar as águas do futebol angolano?

Penso que vai trazer uma mais valia para a FAF e o futebol nacional. É alguém que conhece de dirigismo, pelo facto de já ter feito parte do elenco da federação, de certeza trás novas propostas para reverter a má situação que atravessa o nosso futebol. Vamos acreditar e torcer por ele. Eugénio Pascoal, Ardina

Acredito que essas águas serão mexidas sim, porque estão praticamente estagnadas. O José Luís Prata me garante segurança e já estava mais do que na hora de vermos outras pessoas à frente dos destinos desta federação. Penso que o mesmo já está consciente de que terá muito trabalho para reverter o quadro. Max Amado, Estudante

O José Luís Prata parece-me uma pessoa séria e com grande vontade de ajudar o nosso futebol, vamos dar credito e ver se consegue amenizar, senão mudar para melhor o futebol em Angola. Para isso devemos lhe dar tempo porque não é da noite para o dia que as coisas mudam.. . Elias Gunga , manicure




Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »