Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

04 de Outubro, 2016
São passados 150 dias, desde que entrámos para este clube. E, por aquilo que encontrámos ou estamos a viver hoje, satisfaz-me. Acredito que me
sinto bem acompanhado, e a mensagem que transmitimos tanto para a massa associativa como para os trabalhadores e técnicos em particular, penso que foi bem acolhida.
Jacques da Conceição, presidente do Benfica do Lubango

Após a TAAG deixar o patrocínio, os problemas financeiros agudizaram-se. As empresas indicadas para cobrir o vazio, não cumprem e em função
disso, as dificuldades financeiras aumentam cada vez mais.
Elias José, presidente reeleito do ASA.

É necessário que a formação seja efectivada, para se beber mais conhecimentos e ganhar algum traquejo no capítulo profissional, apesar das dificuldades financeiras que o país vive .
Mário Soares, treinador de futebol.

O prémio não é somente do Igor, mas de todos. Desde a realização do Campeonato Nacional que não tivemos um confronto com equipas de Luanda, em particular, com o Benfica de Luanda. As três etapas foram difíceis.
Igor Silva, ciclista da Jair Transportes de Benguela.


A PERGUNTA DO DIA
A modalidade de esgrima tem potencial para impor-se no panorama desportivo angolano?


Não duvido. O esgrima começou a despontar com força, cá em Angola. Podemos encontrar no clube do Gamek , onde há várias crianças e adolescente a praticar, para além de seniores que militam no exterior do país. Penso que só falta apoios, para que se criem mais condições de treinos. Felícia Bungo, funcionária pública

Penso que sim. É uma modalidade que está a despertar a atenção de alguns jovens. A disciplina já esteve nos Jogos Africanos de Brazzaville, e fez boa figura, embora, não conseguisse medalhar. Deve-se prestar mais atenção, com apoios financeiros para a sua sustentação.Manuel Domingos, estudante.

A modalidade está ainda em embrião no país, dela pouco se ouve e fala, ainda. Mas acredito que possa impor-se no panorama desportivo angolano. O nosso público está habituado às modalidades grandes, como futebol, andebol ou basquetebol. É preciso muito trabalho para se firmar e conquistar o público angolano. Sérgio Valentim, funcionário privado.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »