Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

07 de Outubro, 2016
(...) Só pensamos em somar os pontos necessários em cada jogo. A deslocação à Benguela ao encontro do 1º de Maio não foge à regra, queremos ganhar e estamos motivados para atingir os nossos objectivos.
Isaac, jogador do 1º de Agosto

Queremos continuar a competir no Girabola Zap. Para isso, não temos alternativa senão vencer ao 1º de Agosto, no domingo. A equipa está compenetrada e preparada para protagonizar a surpresa da jornada, para manter viva a chama da vitória.
Hélder Teixeira , treinador do 1º de Maio de Benguela

Estamos a trabalhar no sentido de debelar a situação. A equipa precisa de reencontrar-se com os bons resultados. Uma vitória na deslocação a Ndalatando pode reanimar a confiança da rapaziada, que tudo faz para sair da zona vermelha em que se encontra.
António Lopes "Chiby", técnico da Académica do Lobito

Acho que tenho algumas coisas a fazer antes de chegar ao nível deles, começar por ganhar troféus. Eles têm-nos, e têm-nos e têm-nos... Mas como já disse, quero chegar junto deles. E acho que estou a conseguir, pouco a pouco. Espero continuar assim mais tempo possível.
Antoine Griezmann, jogador do Atlético de Madrid

A PERGUNTA DO DIA
O Petro de Luanda fica mais fraco com a ida de mais jogadoras para o 1º de Agosto em andebol feminino?

Penso que neste momento o importante é lutarmos para trazer o título para o país. O Petro de Luanda não vai entrar nesta competição este ano e pode ajudar as agostinas a conquistarem o título que na mesma será nossa. Esta estratégia foi bem pensada, porque temos que nos focar apenas nesta prova. Agostinho Ferreira, jornalista

O Petro de Luanda fica de facto mais fraca com a saída dessas duas atletas: a Bá (guarda-redes) que é muito eficaz na equipa e a Magda. Elas vão causar uma baixa para as petrolíferas. O desporto tem dessas coisas, quem dá mais, acaba por conseguir as melhores peças. São as regras do jogo. Carlos António, funcionário

Se acontecer de facto, o Petro de Luanda terá que arranjar alternativas para fazer frente ao 1º de Agosto. As duas equipas são fortes e carregam grande experiência, mas quem perder as atletas principais ficará mais fraca. A guarda-redes tem sido uma peça fundamental no plantel das petrolíferas e fará muita falta. Aghata Alvarenga, estudante

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »