Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

15 de Novembro, 2016
Estamos focados na aquisição de material desportivo, com a estampa do logotipo do novo patrocinador. Vamos fazer um bom campeonato com um plantel forte, pronto a lutar com outras equipas. A estratégia é manter na oitava posição.
AUGUSTO QUITADICA, presidente do Bravos do Maquis.

Os garotos depois de atingirem o escalão sénior, devem jogar para não perder o ritmo competitivo, mas muitos clubes, à todo o custo parece não quererem nada com a formação, querem ganhar campeonatos de forma imediata.
JOÃO BAPTISTA "BIKO", técnico de formação.

Eu fui tratado pior do que um hooligan. Proibir alguém de jogar e até de treinar, é incompreensível. Quatro meses sem participar de um jogo
competitivo, e dois anos fora da selecção é muito. Não faz sentido. É pior do que se eu fosse detactado no exame anti-doping.
LUIZ SUÁREZ, jogador do Barcelona.

Dentro de campo esquecemos os nomes das equipas, o que queremos é ganhar, seja quem for o adversário. Não olhamos para as camisolas, mas para o que queremos: ganhar. E, certamente, que os adversários também. Não se ganha só pelo nome da equipa.
ADRIÁN RAMOS, jogador do Borússia de Dortmund.

A PERGUNTA DO DIA
Os processos eleitorais nas associações desportivas têm sido alvo de muitas contestações. Como dar transparência ou evitar suspeições nas eleições?


Acho que a lei dos desportos tem alguns artigos que ajudam a esclarecer situações do género a todos os candidatos às associações ou às federações a fim de se evitar suspeições nas eleições. João Malenga, comerciante.


Penso que todos desportistas ou todos os candidatos às associações desportivas devem conhecer os seus direitos ou todos os requisitos necessários antes de se candidatar a uma determinada associação para se evitar suspeições no final.Leda Lacuca, comerciante.


Acho que algumas pessoas que se candidatam para os cargos à presidência das associações desportivas, são suspensas por pequenos detalhes. E isto só acontece quando os candidatos conhecem a lei e ignoram certos aspectos que acabam por lhes causar suspeições. Romani Cota, barbeiro .

Últimas Opinies

  • 17 de Agosto, 2019

    Girabola Zap periclitante

    A festa do futebol está de regresso. Com o retorno do Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo Girabola Zap 2019/2020, a alegria do povo volta à ribalta e com ela a euforia, a competitividade.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    De volta a febre pelo futebol!...

    Para a alegria dos seus aficionados, está de regresso a maior festa futebol nacional, o Girabola Zap. Uma prova que inflama paixões e leva alegria para os vários estádios espalhados pelo país.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estamos mais preocupados com a integração dos novos atletas  e perceber qual o momento desportivo e a partir daqui,  entrar numa outra fase de desenvolvimento e novamente.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Baptismo do Wiliete

    Depois da abertura ontem da 42ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, vulgo Girabola Zap, com o jogo Clube Desportivo da Huíla (CDH) - FC Bravos do Maquis.

    Ler mais »

  • 15 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se até agora estivéssemos com as estratégias todas consolidadas, com os atletas em boa forma física e excelente dinâmica, podia também nalguns casos.

    Ler mais »

Ver todas »