Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

18 de Novembro, 2016
Foram quatro anos, vezes 365 dias; são muitos dias para acreditar na boa fé das pessoas e hoje a pessoa não ter tido a oportunidade de pelo menos sentar-se naquelas cadeiras. Ao Simão Filho, novo presidente que toma posse dentro de poucos dias, aconselho a não acreditar muito na palavra das pessoas
António Custódio, presidente cessante da APAL

O treinador Albano César já não faz parte do nosso clube. O técnico terminou o contrato sem qualquer possibilidade de renovação, pelo facto de não cumprir com os objectivos traçados pela direcção, na época terminada recentemente
Manuel Dias dos Santos, vice-presidente do Progresso Sambizanga

Infelizmente, o Atlético Sport Aviação (ASA), no início de cada época desportiva tem necessariamente de reconstruir a equipa, porque estamos sistematicamente a perder jogadores para outras agremiações, situação que nos torna cada vez mais fragilizados (...)
Carlos Dinis, técnico de basquetebol do ASA

Nós o visitamos e rezamos para que um dia ele se recupere. As minhas declarações foram colocadas como se eu tivesse dito que ele está a melhorar, e não foi isso, que eu realmente quis dizer. A família está a tratar do estado de saúde com privacidade, e tenho de respeitar isso
Ross Brawn, antigo director técnico da Ferrari


A PERGUNTA DO DIA
Para as eleições na FAF deveriam aparecer mais candidatos ou os dois que se apresentaram são suficientes?


Penso que seria bom que houvesse mais candidatos. Escolher entre duas pessoas não está mal mas muito melhor seria se pudesses ter mais opções. Existe muita boa gente que entende de futebol no nosso país e gostaria que se pronunciassem. O futebol angolano precisa de muitas mudanças Isaías Nicolau, estudante

Penso que os dois candidatos estão a representar bem esta corrida ao caldeirão máximo da FAF. São pessoas que entendem bem do futebol, o Artur de Almeida assim como o José Luís Prata possuem condições para dirigir o futebol nacional. Muita gente só atrapalharia o processo João Baptista, funcionário privado

Para mim, deveria aparecer mais candidatos para estas eleições. Não se trata de uma modalidade qualquer, mas do rei futebol, a modalidade que movimenta multidões e que une os povos. Apareceram apenas dois, vamos torcer para que o candidato vencedor consiga mudar as coisas Sebastião Manuel, funcionário privado

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »