Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

20 de Março, 2017
Daí que, se não há nenhum sócio nosso, contactado para trabalhar nestas condições, pode transparecer que os treinadores angolanos se tenham negado a trabalhar para a Selecção Nacional, nestas condições. Aí, nós Associação, entendemos que alguma coisa deva ser esclarecida, porque estamos a pagar uma factura sem termos efectuado qualquer compra
ZECA AMARAL, presidente da ATEFA

Gostaria primeiro de agradecer ao presidente da Federação angolana de basquetebol, pela gentileza que teve, de me reconduzir no cargo de seleccionador nacional. Gostaria também de agradecer como não poderia deixar de ser, ao presidente Gustavo da Conceição e ao Paulo Madeira, pelas oportunidades que me proporcionaram.
CARLOS DINIS , treinador de basquetebol

Estou ansioso e motivado para exercer a tarefa, uma vez que sentimos tratar-se de um espaço para expandir de forma mais directa, as ideias sobre a dinâmica do treino. Há necessidade de tornar o treino cada vez mais próximo da realidade do jogo, principalmente, na África subsaariana.
VIVALDO EDUARDO , treinador de andebol

Nos quartos de final, não podemos esperar um rival que não tenha importância. Conhecêmo-lo muito bem. Todos temos em mente a final de Berlim. Será um rival temível e difícil. Nesta altura, todos esperam ser campeões. A Juventus tem diferentes possibilidades técnicas, sempre muda o sistema táctico com seus treinadores
LUIS ENRIQUE , treinador do Barcelona

Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »