Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

10 de Julho, 2015
“Mais uma vez gostaria de reafirmar que o Executivo Angolano tudo vai fazer para proporcionar ao grupo as melhores condições de trabalho, porque só dessa maneira será possível conquistarmos o título africano."
Gonçalves Muandumba, ministro da Juventude e Desporto


“Em função dos valores que nos foram disponibilizados pelos nossos patrocinadores, achámos por bem que liquidássemos os contratos por via de prestações, num total de quatro. Assim, tínhamos previsto iniciar o pagamento da primeira tranche na sexta-feira."
Elias José, presidente do ASA


"Penso que foi um erro da minha parte ter convocado o Olímpio Cipriano para o campeonato africano. Havia esperança de que ele poderia tirar o gesso no dia seis. Infelizmente, isto não aconteceu. Como sabe, a partir de sexta-feira vamos entrar numa fase de preparação mais intensa."
Moncho Lopéz, seleccionador nacional de basquetebol


Queremos continuar com o Meyong e com certeza vamos continuar com ele na equipa. É um jogador que nós temos e que transmite uma experiência extraordinária ao grupo e tem sido para nós um elemento a ter em conta."
Miller Gome, treinador do Kabuscorp


A PERGUNTA DO DIA
As qualidades futebolistas do internacional Gelson são fundamentais para ajudar os Palancas Negras a atingirem os seus objectivos?

O novo atleta convocado pela equipa técnica nacional para servir os Palancas Negras, Gelson, tem mostrado ao longo dos poucos jogos oficiais já realizados com as cores da nossa bandeira que é realmente um jogador de classe. O jovem sabe fazer jogar à equipa . Fernando Pedro, conta própria

Gelson tem conseguido comunicar-se bem com os colegas de equipa. É nesta altura o nome mais falado da Selecção Nacional. Espero que o jogador saiba ser humilde e com isto, aprender sempre com o grupo para que possamos marcar presença quer no CAN como também no CHAN. Maurício Dallas, kudurista

A Selecção Nacional precisa continuamente de encontrar bons talentos, para moldá-los com o fito de honrarem o bom nome de Angola nas competições internacionais. E quando assim acontecer, então teremos jogadores dispostos a brilhar. José Júlio, empreendedor


AVALIAÇÃO JD

VESSELIN VESCO
Treinador do Interclube=Positivo

A formação da Polícia continua na Taça de Angola mercê da vitória na passada quarta-feira sobre a Académica do Lobito no reduto dos estudantes. Com a presença assegurada nos oitavos-de-final, o Interclube pode assim acalentar o sonho da conquista de um troféu este ano, dado que o título do Girabola está muito distante.


MANUEL DOCAS
Presidente do Maquis=Negativo

A greve dos jogadores do Bravos do Maquis mantém-se e o regresso do Girabola pode não trazer coisas novas para a equipa que corre o risco de perder por falta de comparência no jogo com a Académica do Lobito para a 16ª jornada do campeonato. Os jogadores reclamam salários em atraso e o clube continua sem dinheiro para os pagamentos.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »