Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

08 de Junho, 2019
Não vamos participar nas Afrotaças, primeiro pelo factor financeiro, pois, as despesas são muito altas e, eventualmente, teria um peso no próximo campeonato do Clube Desportivo da Huíla. Ainda assim, com boa vontade dos nossos patrocinadores, encontramos outro problema.
CARLOS MANUEL, director geral do Desportivo da Huíla


O Gray não vai ser jogador do Petro de Luanda, para a próxima época. O atleta assinou um contrato com o Petro de Luanda por quatro meses e não vamos renovar com ele\", justificou. O homem forte do basquetebol garantiu, que a direcção vai procurar outras soluções para colmatar a saída do poste.
ARTUR BARROS, vice-presidente do Petro para o Basquetebol


Temos para a próxima época a integração do Capita ao plantel principal, um atleta que é da nossa formação e, possivelmente, o atacante Kaya, do Recreativo do Libolo. Podemos considerar que a nossa equipa está sólida para a próxima época. Vocês viram que acabámos bem a última época.
CARLOS HENDRICK, presidente de direcção do 1º de Agosto


A FIFA tem hoje a situação financeira mais sólida da sua história. Quando fui eleito, tínhamos um orçamento de cinco mil milhões de dólares. Mas geramos 6,4 mil milhões, num período em que ninguém quer ser parceiro da FIFA. Digo a todos vocês, os dirigentes de todo o mundo, que esse dinheiro é vosso.
GIANNI INFANTINO , presidente da FIFA

Últimas Opinies

  • 18 de Novembro, 2019

    Palancas: mais "frangos" e "promessas de bacalhau"

    Paulo Gonçalves ainda não limou as arestas que sobressaem entre os vários sectores dos Palancas Negras.

    Ler mais »

  • 18 de Novembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Não podemos agarrar-nos ao que já passou.

    Ler mais »

  • 18 de Novembro, 2019

    Imposio de limites

    Apesar do atletismo ser das modalidades mais representativas do nosso mosaico desportivo não é menos verdade que a sua acção se faz sentir com maior impacto quando se chega a esta fase do ano, em que se coloca em funções a máquina organizadora da tradicional corrida de fim de ano, São Silvestre.

    Ler mais »

  • 16 de Novembro, 2019

    Haja resilincia mas com seriedade

    A campanha dos Palancas Negras rumo ao Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2021, que Camarões irá organizar, pode ser de todo ofuscada, se acreditarmos que Angola, o nosso País, tem valor real e imensa qualidade em termos futebolísticos, mas sobretudo não tem o essencial: organização e seriedade.

    Ler mais »

  • 16 de Novembro, 2019

    Palancas devem ser destemidos no Gabo

    No seu retorno a mais uma campanha para atingir a elite do futebol continental, Angola joga amanhã frente à congénere do Gabão em Franceville, uma cartada importantíssima rumo aos Camarões-2021, depois do dissabor que experimentou diante da Gâmbia.

    Ler mais »

Ver todas »