Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

10 de Junho, 2019
Creio que se fossemos mais agressivos e contundentes em casa, onde perdemos 13 pontos, teríamos um aproveitamento melhor. Hoje, estaríamos muito mais orgulhosos e em outras lutas, embora, não fosse este o nosso objectivo inicial. Mas, de jogo em jogo, fomos prometendo, que poderíamos fazer mais e melhor.
MÁRIO SOARES, treinador do Desportivo da Huíla

Portugal joga sempre para ganhar, mas penso que já ganhámos em termos de projecção internacional. O simples facto de Portugal, uma vez mais, afirmar a sua presença no Desporto, como em outras áreas de actividade, um pouco por todo o mundo, por razões muito diversas, tal é marcante.
MARCELO REBELO DE SOUSA, presidente de Portugal


Felizmente, temos 90 por cento de jogadores, com os contratos em vigor. Acertamos com aqueles, que não tinham ainda os acordos definidos. Nos próximos dias, vamos fechar esses contratos. Tudo está bem encaminhado. Favorável ou desfavoravelmente, temos de ser coerentes e ter a noção de onde estamos, e o que podemos fazer
ARTUR BARROS, vice-presidente do Petro de Luanda


O Ole faria melhor em gastar 30 ou 40 milhões em jogadores com potencial, e construir o plantel em torno de cinco ou seis jogadores.Podes contratar jogadores como Ronaldo, Messi, Sergio Ramos ou Bale, mas isso vai custar-te 350 milhões, e depois ganhas dois anos e perdes todo esse dinheiro
WAYNE ROONEY , antigo jogador do Manchester United

Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »