Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

23 de Agosto, 2015
Notamos que os nossos pugilistas têm mais confiança em si mesmos. Os resultados poderiam ser melhor mas satisfazem-nos.”
Carlos Luís, presidente da Faboxe

Vamos com cautelas para evitarmos erros que possam ser fatais. O Kabuscorp é forte mas não é uma equipa impossível de derrotá-la. Vamos fazer a nossa parte para que no final da partida saiamos de cabeça erguida.”
Zico, treinador-adjunto do Progresso Sambizanga

É muito triste, tudo o que temos ouvido nas últimas semanas é doping, doping e mais doping. (...) É uma tarefa de todos mostrar que o atletismo é um desporto limpo.”
Usain Bolt, recordista mundial dos 100 e 200 metros

Eu vejo os esforços da minha equipa, quão duro todos estão a trabalhar. Acho que isso me encoraja a acreditar que este ano poderá ser nosso. É importante reconhecer os progressos que fazemos.”
Lewis Hamilton, piloto de Fórmula 1 da Mercedes


A PERGUNTA DO DIA

O apoio total da sociedade é fundamental para vencermos cada jogo durante a 28ª edição do Afrobasket-2015?


A sociedade angolana sempre deu o seu apoio incondicional e manifestou total optimismo em relação à Selecção Nacional masculina de basquetebol, motivo pelo qual tem ajudado a nossa equipa a ser mais forte e com mais títulos. Com isso, fazemos votos que durante a 28ª edição do Afrobasket os campeões africanos façam jus a este estatuto.
Jorge Monteiro, estudante

Acreditamos que sim, pelo simples facto de que aprendemos a viver em família. A união faz a força e é com esta mesma força que estaremos sempre ao lado da nossa Selecção para que esta esteja à altura de vencer cada jogo até alcançar o objectivo máximo, que passa pela revalidação do título continental.
Adilson do Nascimento, estudante

A jornada da vida ensina que é preciso estarmos unidos dentro e fora dos campos, ou seja, quem estiver a jogar precisa de entender que existe uma claque a apoiar a equipa, esteja fora ou dentro do campo. É esta simbiose que vai fazer com que tenhamos força para vencermos os adversários.
Raul Maravilha, estudante


AVALIAÇÃO JD


NANDO JORDÃO
Presidente do CT da FAF - Positivo -
A FAF manteve a decisão de o jogo Libolo-1º de Agosto para os oitavos de final da Taça de Angola disputar-se em Calulo. A indicação da partida para aquele local mereceu um protesto dos militares mas parece que os argumentos alegados não foram suficientes para forçar a mudança da decisão a seu favor. Houve coragem na FAF.

LUSADUSO MEDART
Técnico do Sporting de Cabinda - Negativo -
Os últimos resultados do Sporting de Cabinda antes da disputa da 23ª jornada foram associados pelo seu técnico como consequência do mau trabalho dos árbitros. Medart considera que os homens do apito prejudicam, sobremaneira, a sua equipa, sempre que o resultado não lhe é favorável. E se fosse o contrário, o discurso seria o mesmo?

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »