Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

25 de Agosto, 2013
É evidente que ele ainda não está a produzir o que pretendemos (…). Vamos esperar que o Martin Payero esteja entrosado com os colegas.
Conhecço-o bem, já trabalhámos juntos durante três épocas na Académica de Luanda.
Orlando Graça, seleccionador Nacional

“Conseguimos estar por cima do adversário e marcámos um golo, através de uma boa circulação de bola. Na segunda parte baixou um pouco e sofremos um golo, que até não vi, porque estava a pensar nas soluções para a equipa. Foi um jogo equilibrado”.
António Caldas, treinador do Sagrada Esperança

Fizemos os ajustes necessários para que pudéssemos inverter o curso daquilo que foi a primeira parte. Foi um jogo equilibrado, em que tivemos oportunidades de fazer mais golos, mas não conseguimos. Estão de parabéns as duas equipas.
Miller Gomes, técnico do Recreativo do Libolo

Em Volgogrado vou ter muitos compromissos, mas quero viver em
Mónaco.O que se pode fazer aqui, quando Volgogrado é simplesmente pobre? A cidade tornou-se horrível e velha. Está deteriorada. As ruas estão terríveis.
Yelena Isinbayeva, atleta russa de atletismo


A PERGUNTA DO DIA

O Interclube ao receber o Petro de Luanda em casa pode fazer a desforra da primeira jornada?


OInterclube tem um futebol clássico, aberto e comunicativo. Ao vir de uma vitória de 2-0, diante do Santos FC, está motivado para as próximas jornadas. É possível que aproveite este momento para a desforra mas tem de ter em atenção que vai defrontar a equipa com mais títulos no Girabola, apesar de estar a vir de um empate com o ASA. Domingos Mujinga , adepto

A formação do Rocha Pinto tem poucas hipóteses para impor ordem em casa e vibrar os seus adeptos com os três pontos neste jogo. Sendo assim é difícil conseguir desforrar os 4-0 da primeira volta. A minha equipa, o Petro de Luanda, apesar da pouca produtividade de golos já é candidata à vitória neste jogo. Elismar Eliseu, adepto

Penso que o Interclube mesmo aproveitando a condição de jogar em casa tem poucas oportunidades para vencer o Petro de Luanda. É um jogo com sinal de muito equilíbrio mas espero que os petrolíferos saibam aproveitar as falhas dos políciais durante os 90 minutos.
Hélder Almeida, funcionário público

AVALIAÇÃO JD

CARLOS JAIME
Presidente da FAP= Positivo

Terminou ontem, na cidade de Malange, a 12ª edição do Torneio Internacional de Hóquei em Patins “Taça Zé Du”. Como nas outras edições, tudo esteve impecável e agradou, aliás mostrou o estado de prontidão da Federação e do país para a organização no próximo mês do Campeonato do Mundo que vem a África pela primeira vez.

AGOSTINHO TRAMAGAL
Técnico da Académica=Negativo

A primeira volta para a Académica do Lobito, no campeonato nacional de futebol da II divisão, não foi bem sucedida. A equipa tinha como meta terminar em primeiro lugar mas quedou-se na segunda posição. Apesar de reconhecer que o grupo está a dar bons indicativos do ponto de vista técnico.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »