Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

02 de Setembro, 2013
“O nosso comportamento foi muito fraco. Assumimos que foi um fracasso, mas o futebol é assim. Se o treinador fica ou não, não é uma questão para responder aqui agora, vamos analisar em fórum próprio”
Pedro Neto, presidente da FAF

“Estamos tristes com este resultado, só nos resta continuar a trabalhar e manter este projecto de renovar a Selecção Nacional. O técnico é novo e está num processo de conhecimento do nosso futebol”
José Kilamba, adjunto dos Palancas Negras

“ Estamos felizes com esta qualificação porque era o nosso objectivo e conseguimos. Angola foi um adversário difícil mas sempre acreditámos que era possível. Vamos agora festejar esse feito porque é a nossa primeira participação nesta competição”
João Chissano, treinador de Moçambique

“Felizmente encontramos boas condições de trabalho e uma relação com as equipas que possuem campo, inclusive o Estádio Nacional da Tundavala, por intermédio da Direcção Provincial da Juventude e Desportos”
Romeu Filemon, treinador do Benfica de Luanda

A PERGUNTA DO DIA
Até que ponto é que a “Taça 28 de Agosto” em futebol organizada pelo governo da Lunda-Norte será benéfica para as equipas angolanas do Girabola?


Primeiro de tudo é preciso dizer que esta Taça “28 de Agosto” começa a ganhar outros contornos não só na província da Lunda-Norte, como em todo país. As nossas equipas do Girabola precisam de jogos nas pernas dadas as paragens que se verificam no campeonato, além do intercâmbio internacional que é sempre bom.
João Sabalo, estudante

O futebol ganha todos os dias mais adeptos e arrasta multidões para os estádios, tal como pude ver agora com este torneio internacional na Lunda-Norte. Com o TP Mazembe as nossas equipas tiveram um bom intercâmbio e espero que o mesmo se repita com outros clubes.
João Muanza, comerciante

Exemplos como este servem de incentivo à prática desportiva, uma vez que o Girabola continua parado, tendo em conta a programação da FAF com a Selecção Nacional. Seria bom que o órgão reitor da modalidade passasse a organizar um torneio oficial, com o nome, por exemplo, de “Taça do Presidente”.
José Lourenço, estudante

AVALIAÇÃO JD
Carlos Morais=Basquetebolista=Positivo-Carlos Morais esteve em grande no Afrobasket de Abidjan em que contribuiu para o resgate do título continental pela Selecção Nacional. Em grande forma desportiva, o internacional angolano foi distinguido no final da prova como jogador mais valioso, além de fazer parte do cinco ideal escolhido pela FIBA-Afrique.

Domingos Tomás=Presidente da APFL=Negativo-Os clubes de Luanda estão descontentes pelo facto da Associação Provincial de Futebol suspender o campeonato provincial feminino, sem qualquer razão aparente. Alexandre Gomes, presidente do clube FAGEC, falou em nome dos filiados e lamenta a falta de competições no escalão.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »