Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

18 de Setembro, 2013
"Todos temos responsabilidades neste grande evento, então quero apelar a cada um, a partir de nós próprios, para que nos engajemos mais, com muito empenho, profissionalismo, disciplina, camaradagem, para que no dia da abertura tudo saia muito bem. De agora em diante não podemos falhar."
Gonçalves Muandumba, ministro da Juventude e Desportos.

“Foi um estágio proveitoso, onde as atletas se entregaram ao máximo, inclusive aquelas que foram dispensadas. Penso que depois dos jogos amistosos que fizemos a Selecção Nacional está preparada para competir no Campeonato Africano das Nações”.
Anibal Moreira, seleccionador nacional feminino de basquetebol.

“O Botay e o Yano já integraram o grupo e estão a dar sinais de progresso na recuperação das respectivas lesões. O Yano garantiu que já não sente dores e pode voltar a ser opção nos próximos jogos.”
Adilson Gomes, técnico-adjunto do Progresso do Sambizanga.

“Tivemos o cuidado de realizar os campeonatos nacionais na província de Benguela e seleccionámos os quatro atletas que deviam representar o país neste circuito da África Austral. Estamos a ser bem representados pelos atletas que disputam a prova.”
Matias Castro, presidente da Federação Angolana de Ténis.


A PERGUNTA DO DIA
A inauguração, pelo Presidente da República, do Pavilhão Multiusos Arena de Luanda, motiva a Selecção Nacional
na disputa do título do mundial de hóquei?


“Analiso esta pergunta em duas fases. A primeira é de todos sabermos que o país realiza o primeiro mundial da modalidade no nosso continente com todo o mérito, e o Presidente da República deve estar presente no acto inaugural. A segunda assenta na responsabilidade que os atletas nacionais têm durante o mundial.”
José Júlio, promotor de vendas.

A presença de José Eduardo dos Santos na inauguração do Arena de Luanda, realmente motiva a Selecção Nacional a lutar pelo título. Espero que os nossos representantes saibam corresponder nas quatro linhas.”
Gabriel Eugénio, gestor comercial.

“Todos sabemos que o Presidente da República, nas suas horas vagas, gosta de praticar desporto e tocar música, com o seu violão. Por isso a sua presença no acto inaugural do Pavilhão Multiusos Arena de Luanda reforça a preocupação do Chefe de Estado para com o desporto.”
João Baptista, músico.


AVALIAÇÃO JD

EDOUARD ANTRANICK
Técnico do Kabuscorp - Positivo -
O Kabuscorp está prestes a concretizar um sonho que persegue há três anos. O título está a apenas nove pontos, tudo graças ao perfil competitivo que o actual líder esboçou desde o pontapé de saída do campeonato. E como nada é obra do acaso, tem de se reconhecer que o búlgaro tem as impressões digitais neste sucesso.


NANDO JORDÃO
Presidente do CT da FAF - Negativo -
O Conselho Técnico da FAF decidiu adiar “sine die” o jogo entre o Progresso e o Recreativo do Libolo para conclusão da 23ª jornada. Numa altura em que a prova caminha para o fim, a decisão de deixar em aberto esta situação é vista com alguma desconfiança já que nesta fase existem os “acertos de cavalheiros”.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »