Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

16 de Outubro, 2013
Enquanto presidente da Federação Angolana sinto-me muito honrado cada vez que uma equipa angolana sobe ao pódio africano. Desta vez penso que para vocês também foi motivo de orgulho ver as três equipas angolanas fecharem o pódio de África”.
Pedro Godinho, presidente da Federação Angolana de Andebol.

As coisas são mais complicadas para quem está dentro do campo, as falhas acontecem em todos os jogos mas estamos a aprender com elas para sermos mais fortes no próximo jogo. Se não houver erros não vamos saber onde temos de melhorar nos jogos a sério”.
Tchitchi, médio do 1º de Agosto.

Para nós, atletas, ter um filho é uma responsabilidade muito complicada. Temos necessidade de nos ausentar com muita frequência, o que nos obriga a não ter um bom acompanhamento dos nossos filhos”.
Luísa Macuta, atleta do “Cinco” Nacional.

Tive uma má partida horrível. Não sabia por onde ir e toquei no Hamilton. Depois atrasei a minha primeira paragem o mais possível e a minha estratégia funcionou na perfeição. Durante a corrida, nunca perguntei em que lugar estava Alonso”.
Sebastian Vettel, piloto da Red Bull.


A PERGUNTA DO DIA
Quais os ganhos do desporto nacional, após a abertura do novo ano legislativo?

É importante saber que o desporto, tal como outros sectores sociais podem beneficiar de melhorias no que tange ao novo ano legislativo. Espero que os nossos representantes sejam unânimes na aprovação destas leis, porque o país ainda se confronta com algumas dificuldades”.
João Madureira, funcionário público.


Os ganhos apontam para números significativos, uma vez que Angola nos últimos anos é dos países a nível do continente que mais organizam competições desportivas. Tudo porque o Executivo continua a trabalhar em prol da massificação desportiva”.
Victor Tchicama, funcionário público.

Angola ainda tem muito que fazer em prol da massificação do desporto. Num passado recente o país foi vítima da guerra, onde a juventude teve de defender a pátria. É importante saber que o novo ano legislativo traga benefícios para o nosso desporto”.
Miguel Alfredo, funcionário público.

JOSÉ DINIS
Técnico do Petro - Positivo -
A equipa do eixo-viário parece ter acordado de um sono profundo. Em quatro jogos somou outras tantas vitórias. Dá a impressão que o técnico José Diniz só agora encontrou a fórmula das vitórias. Há ainda nove pontos em disputa. A esperança do terceiro lugar está ainda em aberto. Não deve ser fácil.

MILLER GOMES
Técnico do Libolo - Negativo
- As possibilidades do Recreativo do Libolo chegar às Afrotaças pela via directa acabaram. A derrota no Lubango foi o culminar de um sonho. A Taça de Angola é, agora, a última alternativa para a equipa de Calulo. A alternativa é vencer a prova para regressar à alta-roda continental.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »