Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

28 de Outubro, 2013
Além desse contrato com o CPA a BP possui contrato com os nossos atletas. A intenção é garantir a contra-partida que qualquer patrocinador deseja: visibilidade na medida, tal como se viu nos Jogos Paralímpicos passados.
Lionel da Rocha Pinto, presidente do CPA.

Infelizmente fizemos um jogo menos conseguido, a nossa primeira parte foi normal, mas depois fomos impotentes para reagir, porque sofremos mais dois golos, um de livre directo e o outro numa desatenção da nossa defesa.
Daúto Faquirá, 1º de Agosto.

Não foi um grande jogo, mas penso que as equipas acusaram algum cansaço, em virtude do jogo que realizaram quarta-feira. No geral, penso que tivemos mais posse de bola, mas insuficiente para fazermos um grande jogo e alcançarmos a vitória.
Bernardino Pedroto, Interclube.

O mais importante é que a equipa controlou o jogo e por conseguinte a permanência no campeonato. Na segunda parte, decaímos um pouco, mas conseguimos fechar o jogo do Inter. O resultado ajusta-se perfeitamente.
Romeu Filemon, Benfica de Luanda.

A PERGUNTA DO DIA
Até que ponto o Campeonato Africano de Basquetebol em cadeira de rodas beneficia o crescimento da modalidade no nosso país?


É importante saber que os portadores de deficiência, em particular os praticantes do desporto, independentemente de que modalidade for, têm o privilégio de assistir a um campeonato continental em basquetebol. Espero que a actividade venha motivar ainda mais no sentido de nos próximos tempos termos mais atletas.
João Madureira,
munícipe

Infelizmente, temos em Angola um número algo elevado de portadores de deficiência por razões conhecidas. Mas este tipo de prova serve também para a inclusão social dos mesmos, política que tem sempre sido seguida pelo nosso Executivo. Ninguém deve ser marginalizado.
Miguel Alfredo, munícipe

Eventos desportivos deste género são sempre benéficos. Os portadores de deficiência precisam de saber que estão inseridos na nossa sociedade. São jogos especiais, mas têm de ser sempre acarinhados. Espero que todos contribuam para a inserção social dessas pessoas.
Victorino Tchicama, munícipe.

AVALIAÇÃO JD

Paulo Saraiva
Atlético do Namibe - Positivo -
É interessante a forma como o Atlético do Namibe luta neste Girabola. Mesmo depois de o seu presidente ter dito que a equipa deixava de participar no próximo campeonato por questões financeiras, os namibenses nunca facilitam ninguém à espera que possam garantir a permanência e esperar, então, por um milagre administrativo.

Miller Gomes
Recreativo do Libolo - Negativo -
Este ano foi, seguramente, muito mau para o Recreativo do Libolo, o campeão destronado do Girabola. Após reinarem no futebol nacional durante dois anos, o libolenses tiveram agora uma época desastrosa, em que foram impotentes para, inclusive, garantir presença nas Afrotaças, restando agora a Taça de Angola.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »