Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

06 de Novembro, 2013
Os critérios para se encontrar o treinador dos palancas negras não são tão subjectivos quanto muitas vezes ouço dizer. Temos ouvido várias opiniões, várias tendências, mas a grande verdade é que a escolha do treinador não deve ser o somatório das ideias que nos são postas.
PEDRO NETO, presidente da FAF

Temos no plantel jogadores extraordinários, que estão mais próximo daquilo que quero deles. Se continuarem a demonstrar o mesmo grau de profissionalismo podem ajudar a nossa equipa a evoluir mais.
DAUTO FAQUIRÁ, treinador do 1º de Agosto

Fui enquadrado com mais alguns colegas para reforçarmos a estrutura organizativa da direcção do futebol, em particular, e do clube, em geral. Somos campeões nacionais e com toda a justiça.
DOMINGOS DIMAS, vice-presidente do Kabuscorp
É excepcional termos feito tudo certo, os pit-stops, a confiança. Os números são pouco importantes para mim, mas de qualquer maneira estou muito, muito orgulhoso.
SEBASTIAN VETTEL, piloto da Red Bull na Fórmula 1


A PERGUNTA DO DIA
O presidente do Santos FC, Ismael Diogo, prometeu manter a equipa no Girabola. Mas o clube acabou despromovido. Que dizer?

Como estudante reconheço o quanto é sério prometer e não chegar a cumprir, pois a vida é feita de planos e metas e quando o fracasso toma conta de nós acabamos por comprometer todos aqueles que sempre confiaram na nossa capacidade e trabalho. Infelizmente esse é o caso do Santos FC.
Mbimbi Helena, estudante

A análise deve ser crítica, mas acima de tudo apelativa, porque estamos a tratar de uma equipa que desceu de divisão e, com isto, um grande número de atletas caiu no desemprego, porque estes jogadores profissionalmente vivem do futebol. Força e muita coragem aos santistas.
Cecília Cambundo, estudante
Ismael Diogo da Silva, presidente do Santos FC sabe que promessa é dívida, portanto se prometeu a permanência da equipa no Girabola, tinha de cumprir, tal não fez. O fracasso compromete a direcção e por isso o dirigente máximo precisa de vir a público explicar as causas.
José Faria, estudante

Avaliação JD
DAÚTO FAQUIRÁ-Treinador - 1º de Agosto-Positivo-Daúto Faquirá, técnico do 1º de Agosto, quer lançar as bases para a construção de uma equipa sólida, para a próxima temporada. Para tanto, o técnico já trabalha com o grupo, inclusive, adiou as suas merecidas férias. Assim acontece com os homens, quando o profissionalismo fala mais alto. Não há como, não enaltecer o gesto.

HORÁCIO MOSQUITO-Presidente -Negativo-
R.Caála-Tida, como uma das equipas mais promissoras no nosso campeonato, o Recreativo da Caala, que já sentiu o cheiro do título, e frequenta as competições africanas de clubes, terminou a prova, com apenas três pontos de vantagem, sobre o Porcelana, que desceu de divisão. Não foi uma boa classificação, pela sua grandeza. Algo precisa de ser revisto.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »