Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

06 de Dezembro, 2013
Fui muitas vezes castigado, falhei alguns jogos e na próxima época não quero que isso volte a acontecer. As pessoas pensam que sou um jogador indisciplinado, mas não é verdade.”
Moco, avançado do Interclube

Espero que todos consigam um bom contrato de trabalho e com isso continuar a exercer as suas funções profissionais, que é jogar e sustentar as famílias. Sei que é possível, porque têm potencial para singrar.”
Luís Quintas, ex-técnico do Santos FC

Vamos começar a trabalhar com o que temos, mas ao longo do tempo temos de mudar muita coisa. O grupo é composto por 32 jogadores e vamos precisar apenas de 24, independentemente das idades vamos ver as qualidades de cada um.”
Lúcio Antunes, novo técnico do Progresso do Sambizanga

Fiquei desapontado por não conseguir disputar o torneio em 2013 e espero poder regressar em 2014. Miami é uma cidade inacreditável e a diversidade da população cria uma atmosfera excelente para o torneio.”
Rafael Nadal, tenista espanhol

A PERGUNTA DO DIA
Com a renovação, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol pode melhorar a classificação no Campeonato do Mundo da Sérvia?


Essa é a ideia principal de todo o povo angolano, por isso esperamos de forma vitoriosa que as nossas representantes durante o mundial da Sérvia dignifiquem as cores da bandeira nacional. Em cada detalhe de jogo, em cada vitória, estamos de mãos dadas para apoiar as nossas embaixadoras nos bons e maus momentos. Ana Cristina, funcionária pública

Quando se fala em andebol feminino temos motivos para acreditar no potencial da nossa selecção. O mundial é uma competição muito forte mas fazendo jus às palavras das nossas senhoras creio que podemos acreditar num bom desempenho depois do estágio que realizaram com êxito. Edson Rock, funcionária pública

A melhor classificação atingida nos mundiais já disputados pela Selecção Nacional sénior feminina de andebol foi a sétima posição, mas é preciso levar em conta que o feito faz parte do passado e como estamos a abordar um novo desafio esperamos alcançar patamares mais altos no mundial que tem lugar na Sérvia. Nelito do Espírito Santos, estudante


AVALIAÇÃO JD


MARCELINA KIALA
Jogadora da Selecção= Positivo

A meia-distância da Selecção Nacional sénior feminina de andebol concorre à primeira comissão de atletas da Federação Internacional (IHF), cujo objectivo vai ser o de estabelecer a ligação entre os atletas e o órgão reitor da modalidade. A angolana que é uma referência em África tem largas hipóteses de ser eleita.

UNIÃO DO UÍGE
Nova equipa do Girabola= Negativo


O representante do Uíge no Girabola de 2014 está a preocupar os adeptos locais. A inacção direcção quanto à preparação das condições para a estreia na prova é encarada como um mau prenúncio para a equipa. A definição do próximo técnico e dos reforços para o plantel continuam a ser uma incógnita.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Se ontem o Petro caiu agora...viva a seleco !

    O reflexo do que é ( e ainda poderá ser por largos anos ) o insucesso do nosso futebol a alto nível dos clubes africanos foi mais uma vez demonstrado ontem no Quénia, onde o Petro de Luanda mesmo a jogar em vantagem numérica pouco fez para continuar a Taça CAF. 

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

Ver todas »