Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

06 de Janeiro, 2014
"Ficámos muito tempo sem participar em competições internacionais, mas ainda assim penso que em Goa estes jovens podem-nos representar condignamente, ainda que não ocupem os lugares cimeiros”.
Valentim Domingos, presidente da Federação Angolana de Voleibol


"O Figo, o Gelson e o Guilherme Afonso foram importantes para nós no ano passado, mas tivemos a preocupação de procurar trazer outros valores capazes de construir uma equipa compacta e muito mais homogénea”.
Daúto Faquirá, treinador do 1º de Agosto


“Messi regressou (da Argentina) muito bem. Realizou três treinos muito bons, falta-lhe mais ritmo no trabalho com os colegas mas a verdade é que está muito bem. Vejo Leo com o mesmo olhar assassino, com muita vontade”.
Tata Martino, treinador do Barcelona


“Insistimos que toda a informação sobre a sua saúde que não seja fornecida pelos médicos ou pela direcção do hospital deve ser considerada nula ou pura especulação. Pedimos que respeitem a privacidade da família”.
Sabine Kehm, porta-voz de Michael Schumacher


A PERGUNTA DO DIA
A transacção de jogadores nacionais e estrangeiros promove o futebol angolano?

A compra e venda de jogadores fomenta o mercado de negócios desportivos, um passo importante para o sector empresarial nacional, como também os empréstimos de atletas para uma determinada equipa, quer seja da primeira ou segunda divisão, para além da troca de experiência de jogadores nacionais e estrangeiros.
Walter Miranda, adepto petrolífero


O clima de transacções de jogadores é normal em qualquer parte do mundo, este intercâmbio de negócio com os profissionais da bola, para além de beneficiar valores monetários, tem também uma outra vertente que é a experiência dos atletas nacionais com os estrangeiros.
Cláudio Alves, estudante


As transacções de atletas nas equipas do Girabola é sinónimo de que cada uma delas está preocupada em melhorar o seu plantel no que toca ao arranque da época 2014 mas os dirigentes desportivos deviam apostar nas camadas jovens, ou melhor, investir no homem angolano.
Paulo Bernardo, estudante


AVALIÇÂO JD
PEDRO GODINHO
Federação de Andebol Positivo-
A realização dos Nacionais de andebol de jovens com um número alto de equipas é um bom indicativo para a modalidade e prova que está em curso um programa de massificação cujos frutos são visíveis a médio prazo. Angola tem responsabilidades no andebol feminino em África e pretende melhorar as performances em masculinos dentro de pouco tempo.

BALANÇO
Futebol no Cunene Negativo-
O ano de 2013 foi negativo para o futebol no Cunene, de acordo com o presidente da Associação. Pelo segundo ano consecutivo não foi disputado o campeonato provincial, o que deixa descontentes os agentes locais que esperam ver uma equipa sua desfilar nas grandes provas nacionais. A APFC controla oito clubes.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »