Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

1 de Agosto e Benfica disputam drbi no sbado

Jorge Neto - 07 de Julho, 2016

Drbi 1 de Agosto- Benfica de Luanda para o Girabola Zap foi antecipado para sbado

Fotografia: Jos Cola

O dérbi 1º de Agosto - Benfica de Luanda, referente à 16ª jornada do Girabola Zap, foi antecipado para sábado às 18h00, no Estádio 11 de Novembro, ao contrário de domingo, como estava inicialmente agendado.

A iniciativa pertenceu à direcção do clube militar, em razão do jogo da final do Euro, que se disputa no domingo às 20h00, ou seja, poucos minutos depois do apito final do desafio entre agostinos e benfiquistas.

A ideia é contar com o máximo número de adeptos, que não decidam entre deslocar-se à nova catedral do futebol nacional para apoiar a equipa ou assistir a grande final do campeonato europeu.  A alteração do dia do dérbi não influenciou na preparação dos rubro - negros, que ontem entraram na fase derradeira, com vista ao duelo frente aos encarnados da capital. As movimentações ofensivas e defensivas, com transições rápidas tanto para o jogo interior como pelas alas, assim como a finalização, fizeram parte do menú do treino matinal dos agostinos.

A ausência do capitão Dany Massunguna, por acumulação de cartões amarelos, atarefa a equipa técnica que ensaia as várias possibilidades que tem à disposição, entre os defesas centrais Vado e Diakité. 

No jogo dos 16 avos -de -final da Taça de Angola, em que os militares foram eliminados por 2-0, diante dos benfiquistas, Vado foi o central utilizado, em substituição de Sargento.
A dúvida reside no facto de Dragan Jovic utilizar a mesma dupla, do último jogos dos agostinos, Sargento e Vado, ou opta pela inédita Sargento e Diakité, uma situação que o técnico bósnio define, certamente, no treino de amanhã.

O desfalque  causado pelo médio ofensivo, Ary Papel, por lesão, também está a ser analisado pelos rubro - negros, uma vez  que o jovem Nelson constitui uma carta fora do baralho, por encontrar-se ao serviço da Selecção Nacional de Sub-20. Restam, Romaric e Mingo Bile, o último foi titular na Taça de Angola e pode repetir a proeza. Esta época, o internacional angolano tem jogado menos do que  o esperado, mas trabalha com afinco em todas as sessões de treino, para merecer a confiança de Dragan Jovic e seus auxiliares.