Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

1 de Agosto recebe Recreativo da Cala

Paulo Caculo - 20 de Abril, 2019

Equipa militar encara esta tarde a primeira de seis finais derradeiras na rdua discusso pela conquista do ttulo

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

A recepção do 1º de Agosto ao Recreativo da Caála, às 17H00, no estádio 11 de Novembro, e a visita do Recreativo do Libolo ao Atlético Sport Aviação (ASA), às 15H00, no estádio dos Coqueiros, centralizam hoje as atenções da 26ª jornada do Girabola Zap. 

Pressionados pela necessidade imperiosa de manterem intacto o ciclo ininterrupto de vitórias, sob o risco de serem alcançados na liderança pelo Petro, crónico rival na discussão pelo título do campeonato, os militares enfrentam os caalenses num ambiente de autêntica final. 

A equipa às ordens de Dragan Jovic é obrigada a vencer uma turma orientada por David Dias, que vem a Luanda, parafraseando o seu treinador, decidida em "roubar" os três preciosos pontos aos donos da casa e manter acesa a esperança pela manutenção do conjunto na primeira divisão.

Deste duelo entre militares e caalenses, antevê-se uma árdua luta em campo, sobretudo a julgar pelo enorme interesse e a grande pressão que ambos os conjuntos enfrentam, na ânsia de tornarem materializados os objectivos: o 1º de Agosto esmera-se pela revalidação do título de campeão, ao passo que o Caála está focado na consolidação dos lugares do meio da tabela. Um bom jogo, de resto, em perspectiva!

No estádio dos Coqueiros, o ASA, ainda a enfrentar um ambiente de imensa aflição, em virtude da decima quarta posição que ocupa na classificação, tem a árdua missão de tentar desenvencilhar-se , às 15H00, do Recreativo do Libolo, cuja ambição é somar os pontos que restam, para alcançar o quarto lugar do campeonato.

Ambos os conjuntos recuperam de derrotas averbadas na jornada anterior, facto que ajuda a perspectivar um embate renhido, bastante disputado, com alternância na posse de bola e na criação de oportunidades de golo. Os aviadores estão na «linha vermelha» e proibidos de perder mais pontos, dado o facto de estarem na "linha de água" e sob o espectro da despromoção.

A espreitar, igualmente, a desqualificação ao escalão inferior, encontra-se a formação do Saurimo FC, a quem os adeptos da Lunda Sul rogam, para que puxem dos galões uma exibição e futebol capaz de surpreender o Interclube no estádio 22 de Junho. 

O desafio agendado para as 15h00, pode voltar a significar, para os lundas, um verdadeiro teste à capacidade de sobreviverem no campeonato. A tal anunciada "morte" prematura, pode ser evitada mas, para tal, o conjunto «lanterna vermelha»  terá de provar ser potente o suficiente, para começar a escrever, a partir desta tarde, uma nova página do seu percurso no campeonato. A ver vamos, até onde é capaz de chegar a formação das lundas.