Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

1º de Agosto tenciona confirmar tendência

Betumeleano Fer?o - 16 de Julho, 2017

Militares têm afinada toda a estratégia de jogo para somar três pontos em disputa

Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

Os jogos entre o 1º de Agosto e o Desportivo da Huíla há muito perderam o interesse real, por causa das \"facilidades\" que se regista nestas partidas, sempre que os rubro-negro estão necessitados de pontos. Hoje à partir das 17 h00, no Estádio 11 de Novembro as duas equipas militares vão protagonizar um jogo em que, sem querermos insinuar nada, o vencedor já é conhecido, mesmo sem ter soado o apito inicial.

A esperada vitória da equipa da casa é capaz de ficar marcada por uma boa réplica do adversário, mas é isso mesmo que todos vaticinam que o oficial de baixa patente vai fazer, oferecer uma certa resistência, contudo, sem comprometer a tarefa contrária.
O 1º de Agosto está apercebido de que os seus rivais sabem o que vai acontecer logo mais, afinal num passado recente um técnico do rival Petro de Luanda não poupou nas palavras ao ser derrotado pelo Académica do Lobito, ainda assim, tem de ser sério para aproveitar entrar pela porta larga de oportunidade que se abrir durante os 90 minutos.

A ambição de manter o ritmo competitivo, aproveitando às férias do mais sério oponente, tem rendido pontos ao 1º de Agosto, por isso, é normal que os militares tenham como meta aproveitar para fugir o mais longe possível na classificação. Quanto mais reforçar o estatuto de líder mais a equipa rubro-negra passa de maneira directa a pressão a quem quiser desalojá-la do primeiro lugar.

Os militares estão a correr sozinho mas querem manter o passo apressado para continuar a depender de si. Os pontos a somar com a vitória sobre o seu oponente não chegam para revalidar o título nacional, mas como vão ser adicionados aos outros tantos, aumentam a motivação do plantel de Dragan Jovic de correr com perseverança atrás da vitória.

O Desportivo aparenta estar condenado a deixar a caravana passar, ainda assim, é obrigação do 1º de Agosto ditar a cadência do jogo. A equipa forasteira sabe quais as limitações reais e imaginárias que tem de enfrentar e, é ponto assente que o não tem como forçar o adversário a correr atrás da bola. Se o líder for negligente, aí sim, é possível que o domingo termine em pesadelo para os adeptos rubro-negros, pois, já festejam com antecedência.

A partida entre militares aparenta ter um vencedor anunciado, porém, quem estiver no estádio ou em casa com os ouvidos e os olhos atentos as incidências do jogo, vai querer ver os contendores a suarem as respectivas camisolas para que o espectáculo seja tudo menos sensaborão.

IVO TRAÇA
“Tirem da cabeça que o jogo já está ganho”

O técnico-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, reconheceu as dificuldades na recepção ao Desportivo da Huíla e alertou aos adeptos militares para deixarem de pensar que o jogo já está ganho, antes mesmo do apito inicial do árbitro. O antigo médio agostino defendeu o seu ponto de vista nos seguintes termos: \"As pessoas é que tentam criar um alarido porque o Desportivo também é patrocinado pelo Ministério da Defesa. Se não estou em erro, por isso, pensam que qualquer jogo que fizemos contra eles são favas contadas\", destacou.

\"Eles vão nos criar muitas dificuldades e adianto a dizer aos nossos adeptos, simpatizantes e claques que não ponham na cabeça que o jogo já está ganho. Queremos que eles apareçam todos em massa para podermos chegar a vitória. Só com eles, no campo, é que vamos conseguir ganhar os jogos\", disse à imprensa na última sexta-feira, no campo do ex-RI20.

Ivo Traça minimizou o facto das duas equipas serem patrocinadas pelas Forças Armadas Angolanas, lembrou que o Desportivo da Huíla já afastou o 1º de Agosto numa meia-final da Taça de Angola. \"O Desportivo já tirou o 1º de Agosto de uma meia-final da Taça de Angola. No ano antepassado, não foi campeão porque empatou com esta mesma equipa, então é para verem que não existe o problema da verdade desportiva\", esclareceu.

\"Embora estejamos a jogar em casa fizemos uma preparação muito cuidadosa. Sabemos que o Desportivo é uma equipa que joga bem em Luanda e luta para não descer de divisão, mas contra as equipas grandes sabe jogar, corre, joga bem o futebol e nos preparamos para que não nos surpreenda aqui em nossa casa\", defendeu. O bom arranque no adversário nesta segunda volta do campeonato pode ser um empecilho para o conjunto militar que tem necessidade de somar pontos, depois do empate inesperado na jornada anterior.

\"É verdade, o Desportivo iniciou bem a segunda volta, por isso, estamos atentos a estes pormenores. Trabalhamos os aspectos todos do jogo, estudamos bem o adversário. Viemos de um empate e é necessário ganharmos o desafio, resultado que estamos a procura neste fim-de-semana\", rematou.

\"Os três golos marcados pelo ataque do 1º de Agosto em igual número de jogos, preocupa a equipa técnica militar que ambiciona mudar o quadro no jogo desta tarde, por isso, trabalhamos muito na finalização durante a preparação. Inserimos muito o treino nos nossos avançados na parte da finalização, trabalhamos muito a finalização e criamos muitas jogadas neste aspecto, porque nós ultimamente estamos a marcar poucos golos, isso é verdade\", disse Ivo Traça.                       
JN