Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

1 de Maio est pronto para ganhar ao Petro de Luanda

24 de Junho, 2018

No seio do 1 de Maio reina a confiana e a determinao para o jogo contra o Petro

Fotografia: Vigas da Purificao

No seio do colectivo proletário ( 1º de Maio de Benguela), reina a confiança e a determinação para o jogo contra o Petro de Luanda, hoje, a partir das 15h30, no estádio nacional de O’mbaka, para a conclusão da 18ª jornada do GirabolaZap2018.
\"Não obstante o favoritismo atribuído ao Petro de Luanda, trabalhámos de forma afincada a pensar neste jogo. Creio que, se tudo correr como projectamos ao longo da semana de treinos, a vitória vai ser uma certeza, porque o jogo é em nossa casa e, logicamente, com o apoio do público, as coisas serão facilitadas para a conquista dos três pontos\", revelou o técnico José Agostinho \"Tramagal\", para quem o adversário é forte, mas pode cair aos pés dos proletários.
O facto de o adversário ter empatado (0-0), na jornada passada, com o Cuando Cubango, para o treinador, nada de importante se reflecte para o desafio de hoje, no estádio de O’mbaka.
Na sua óptica, são dois jogos diferentes e em locais diferentes. Assegura que as atenções do seu colectivo estão centradas única e simplesmente no jogo de mais logo. 
\"A nossa atenção está centrada no jogo e, por isso, uma coisa não tem nada a ver com a outra. É bem verdade que o Petro está a atravessar momentos difíceis para a sua afirmação, a luz da sua candidatura à conquista do ceptro, mas, de igual forma, o 1º de Maio procurar estabilizar-se na luta pela sobrevivência. Por isso, à semelhança do adversário, nós também queremos vencer\", lembrou.
\"O resultado conseguido frente ao 1º de Agosto, em pleno estádio Nacional 11 de Novembro, galvanizou o grupo de trabalho, que pretende repetir o feito no desafio diante do Petro de Luanda. Não tenho dúvidas que pode ser derrotado, em função do estudo feito ao longo da semana de trabalho\", acrescentou o técnico.
Sem precisar a equipa inicial para o jogo de mais logo, Agostinho Tramagal pode apostar num esquema táctico defensivo, mas com fortes engodos no ataque, explorando ao máximo o seu poder contra-ofensivo. É nesta perspectiva que pode começar com Richard; Hélio Asha, Vasco, Valy e Song; Poko; Ady, Mona, Jamantha e Márcio Luvambo; Quinho.
JG, em Benguela