Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

1 de Maio e ASA s jogam hoje

Augusto Panzo - 18 de Abril, 2016

Ontem devido alterao da hora do voo da TAAG o encontro foi adiado para hoje o jogo 1 de Maio - Asa em Benguela a disputar a partir das 15h00

Fotografia: Dombele Bernardo

O jogo Estrela Clube 1º de Maio de Benguela e Atlético Sport Aviação (ASA) referente à oitava jornada do Girabola Zap de 2016 disputa-se só hoje de manhã, devido à alteração ontem da hora do voo da Taag que ia transportar  a formação aviadora para as terras de Ombaka, soube ontem o Jornal dos Desportos do director para o futebol do ASA, Bravo da Rosa.

"Infelizmente, comunicaram-nos à hora do "check in" previsto para às 7h30 de ontem, de que o voo que nos ia transportar para Benguela tinha sido cancelado para às 17h00 do mesmo dia. Em face disso, tivemos que obedecer às orientações da companhia aérea", afirmou o dirigente do clube aviador.Como alternativa para o ajuste do calendário, as direcções dos dois grémios desportivos concordaram que as respectivas equipas disputassem a partida hoje, num dos Estádios da cidade de Benguela.

"Tendo em conta este imprevisto, tivemos de ligar para os nossos homólogos da equipa do 1º de Maio, a solicitar que realizemos o jogo de manhã num dos Estádios de Benguela, que é a condição que achámos  ideal para nós", disse Bravo da Rosa.Indagado sobre o porquê da não realização da partida no período nocturno de ontem, o director para o futebol do ASA defendeu-se, com a  alegação de provável cansaço dos atletas, devido à viagem.

"Em princípio, a ideia que nos foi apresentada pelo comissário ao jogo foi de jogarmos à noite. Mas devido ao possível cansaço que pudesse tomar conta dos nossos jogadores, achamos melhor  jogarmos amanhã (hoje) de manhã", esclareceu. Os jogos entre o 1º de Maio de Benguela e o ASA, ou vice-versa, transformaram-se em grandes clássicos do Girabola, desde o ano de 1981, altura em que a formação de Benguela conhecida por proletários, surgiu a disputar o Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão.Na ocasião pontificavam nomes sonantes nos dois clubes, como são os casos de Sarmento Seke, André Nzuzi, Fusso Nkosi, Joseph Maluka, do lado do 1º de Maio, e Rui Gomes, Juju, Bento, Geoveti, Luntadila, Eduardo Machado, Sabino e Juca, da parte do conjunto aviador.

ORGULHO
Técnico aviador
enaltece a equipa


O treinador do ASA elogiou a postura da sua equipa devido à posição que ocupa presentemente na tabela classificativa geral do Girabola Zap 2016, em comparação ao posicionamento do conjunto no Girabola da época passada."O ASA está numa posição boa no Girabola Zap, e quer melhorar ainda mais. Num pequeno balanço desses últimos anos, o ASA tem um bom início neste Girabola, se compararmos aos anos anteriores", disse.

Para Robertinho, a própria competição apresenta-se muito equilibrada nessa fase, a julgar pela ínfima diferença pontual existente entre as equipas que se encontram a meio da tabela."Basta olhar-se  para a diferença pontual entre as equipas que se encontram a meio da tabela classificativa, em que o ASA ocupa a sétima posição com nove pontos, chega-se à conclusão de que o Girabola Zap está muito equilibrado nessa fase inicial", disse.

"Para não esbarramos, vamos fazer o nosso trabalho com todas as cautelas que se impõem e procurarmos então a classificação ideal para nós, dentro do que foi projectado para esta época", defendeu Robertinho.

ROBERTINHO
“Temos informações da equipa proletária”


O treinador do Atlético Sport Aviação (ASA) disse ao Jornal dos Desportos que o jogo entre a sua equipa e o 1º de Maio de Benguela vai ser a doer para os dois conjuntos, a julgar pelo nível equiparado entre os mesmos, mas espera que a vitória sorria aos seus pupilos."Nós assistimos dois jogos do 1º de Maio em casa, para além de que já temos algumas informações  da equipa proletária.

Como é de esperar, todas as equipas que jogam em casa procuram exercer uma forte pressão inicial dos 20 ou 25 minutos para aproveitar os adeptos.Mas nós estamos determinados a aguentar a pressão, procurar errar menos e ao mesmo tempo  anular essas forças positivas do adversário", começou por dizer o técnico Robertinho que orienta a formação aviadora. Para contornar esse favoritismo, acrescido do respeito que o ASA tem para com a equipa do 1º de Maio de Benguela, Robertinho prometer utilizar as armas fortes do seu conjunto, que são a paciência e a personalidade de cada jogador, à semelhança do que ocorreu em Ndalatando  diante do Porcelana FC do Cuanza Norte.

"O 1º de Maio é uma equipa que merece todo o respeito, conhecemos os seus pontos fortes, que com certeza vai explorar melhor para nos complicar, mas inversamente também temos os nossos pontos fortes e vamos utilizá-los para neutralizar os intentos do adversário", avisou.Robertinho deixou bem claro que as ambições do ASA traduzem-se na ocupação de lugares um pouco acima da linha média. "Para além de lutar para travar o ímpeto ofensivo do 1º de Maio, o ASA também tem suas ambições. É uma equipa que está numa posição boa no Girabola e quer melhorar ainda mais", alertou.

O treinador do ASA disse que a equipa técnica que lidera está a trabalhar fortemente no aprimoramento táctico, com vista à ligação dos três sectores do plantel, que são a defesa, meio campo e ataque."A equipa técnica do ASA  procura ajustar os três sectores do plantel, nomeadamente a defesa, o meio campo e o ataque, de maneira a encontrar o equilíbrio, para colocar em campo toda a nossa força. Isso, permite-nos  buscar os nossos objectivos com humildade, tranquilidade e acima de tudo com confiança. Acho que tem tudo para que  seja um grande jogo", perspectivou.