Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

4 de Abril vence equipa do Porcelana

Lourenço Bule l Menongue - 25 de Setembro, 2016

A vitória do 4 de Abril sobre o Porcelana motiva a equipa para a luta pela permanência

Fotografia: Paulo Mulaza

Numa altura em que as equipas que se encontram na cauda da classificação geral do Girabola Zap 2016 não podem ceder pontos, o 4 de Abril do Cuando Cubango entrou na partida com vontade de ganhar e decorridos 10 minutos de jogo, Dany remata por cima da baliza defendida por Defesa.

Como resposta, Garcia aos 18 minutos de jogo, manda a bola por cima da baliza de Rochana, mostrando vontade de vencer para aumentar as esperanças na permanência da sua equipa no Girabola.

Aos 28 minutos de jogo, o treinador do Porcelana Sarmento Seke mandou para o rectângulo de jogo Carlos no lugar de Zé que foi substituído por contrair uma lesão.
 
Pedro, aos 30 minutos, manda a bola ao lado da baliza do 4 de Abril, após receber um cruzamento de seu colega e aos 31 minutos Manucho, sem pontaria, certa manda a bola por cima da baliza defendida por defesa.
 
Aos 38 minutos o árbitro da partida Vicente Garcia, mostra o primeiro cartão amarelo da partida ao jogador do Porcelana Dany, depois de uma entrada dura sobre o seu adversário.
 
Na cobrança do pontapé livre, o número 18 do 4 de Abril do Cuando Cubango, Dany, remata forte e a bola passa a escassos centímetros da baliza do Porcelana do Cuanza Norte.
 
O primeiro golo da partida aconteceu aos 67 minutos. Depois de receber um cruzamento milimétrico de Ivanilson e dentro da área do adversário Campos de cabeça empurrou a bola para o fundo das malhas, lance que levou ao delírio o público presente que lotou por completo o recinto do jogo.
 
Com o golo sofrido, o Porcelana Futebol Clube do Cuanza Norte, partiu para acima do adversário na ânsia de chegar ao empate, mas a defesa do 4 de Abril esteve muito bem, anulando todas as investidas do adversário.
 
No minuto 52 Vicente Garcia, mostra a cartolina amarela a Campos e os 69 minutos de jogo o árbitro da partida, volta a mostrar o cartão amarelo, desta feita para Megue. O treinador do Porcelana, Sarmento Seke esgotou as suas substituições, lançando para o relvado Kali para o lugar de Dany aos 70 minutos.
 
No minuto 78, mais um cartão amarelo para a equipa do Porcelana, desta feita para Kali que entrou na segunda parte, com algumas unidades em baixo rendimento, 79 minutos, João Machado, fez uma substituição colocando em jogo Palucho para o lugar de Dany.
 
Aos 92 minutos o médio Matamba, ampliou o resultado para 2-0, depois da marcação de uma grande penalidade, mandando a bola para o fundo das malhas do Porcelana do Cuanza Norte.