Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Acadmica e 1 de Maio prometem vitrias

Jlio Gaiano - Benguela - 14 de Agosto, 2016

Marcar mais e sofrer menos diante dos seus adversários é o objectivo preconizado pelas benguelenses.

A entrega demonstrada ao longo dos treinos da semana, indicia a disposição dos atletas que prometem, aos seus apoiantes, triunfos, não obstante reconhecerem as dificuldades por que terão de enfrentar nesta espinhosa deslocação à cidade capital do país, onde esperam encontrar adversários fortes e dispostos a não facilitar.

Ainda assim, a crença pelos três pontos anima os intentos da Académica do Lobito e do 1º de Maio de Benguela, a fazer fé nos pronunciamentos dos seus respectivos capitães.

Do lado dos estudantes, a voz da confirmação partiu do central Libero, que manifestou a disposição de a sua equipa vencer ao Progresso Sambizanga e manter firme as aspirações do colectivo que passa, necessariamente, pela sua manutenção no Girabola Zap.

“É um adversário difícil e que joga bem a bola, mesmo assim, estamos preparados para defrontá-lo e vencê-lo em sua casa. Já o fizemos nalgumas ocasiões e queremos repetir tal feito. Infelizmente, não temos outra escolha”, augurou o capitão da equipa lobitanga.

Do lado da formação proletária, coube a vez de Tobias manifestar a vontade de surpreender o Kabuscorp do Palanca, não obstante reconhecer as limitações da equipa diante um candidato à conquista do ceptro. No entender do central e capitão dos encarnados, durante a semana a equipa trabalhou com afinco e sabe o que lhe espera neste jogo.

“Vamos defrontar uma equipa que tem um público bastante entusiasta e que vive intensamente o jogo. Estamos preparados para enfrentar esse ambiente (infernal). O nosso objectivo são os três pontos, o resto não nos interessa”, aclarou o proletário Tobias que promete anular as investidas dos palanquinos.