Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Acertar contas

12 de Agosto, 2015

Benfica proibido de desperdiar pontos no jogo desta tarde com o Petro

Fotografia: Jornal dos Desportos

A 21ª jornada do Girabola 2015 disputa-se hoje, por força do compromisso dos Palancas Negras, com duas partidas de destaque: Petro de Luanda - Benfica de Luanda e o Interclube - Progresso da Lunda Sul. O campeão em título, Recreativo do Libolo, joga no Dundo com o Sagrada Esperança, o 1º de Agosto vai ao Bengo defrontar o Domat FC e o Kabuscorp do Palanca tem pela frente o Desportivo da Huíla, no Lubango.

O desafio Petro de Luanda - Benfica de Luanda é o que atrai maior atenção na ronda, dada a posição ocupada pelos “encarnados”, e mais do que isso, a obrigação de pontuarem em todas as jornadas para não permitirem a fuga do Recreativo do Libolo. Entre o Libolo e o Benfica de Luanda a distância é de quatro pontos, o que obriga a formação orientada por Zeca Amaral a manter a pressão sobre o campeão, na expectativa de o ver tropeçar, para  reservar todas as decisões para o jogo entre si.

Do lado dos tricolores a necessidade de ganhar também é vital, para acalmar os ânimos do balneário e mais do que isso, dos adeptos. A equipa treinada pelo brasileiro Alexandre Grasseli entrou bem na segunda volta mas depois começou a coleccionou desaires. Ou seja, em cinco jogos venceu dois e perdeu três.

Uma vitória esta tarde, às 16h00, no estádio 11 de Novembro, pode devolver a paz de espírito à formação tricolor, assim como aos seus adeptos. Como é público, a equipa do Petro de Luanda não se apresentou esta época como candidata ao título. Ainda assim, tem uma marca a zelar, razão pela qual os seus adeptos não toleram a prestação que apresenta nesta etapa final do Girabola.

No estádio 22 de Junho, às 17h00, o Interclube recebe o Progresso da Lunda Sul, uma equipa que se quer “grande” no seu primeiro ano de estreia. Os lundas começaram bem a primeira volta, mas no reatamento da prova estão irregulares, encaixaram mesmo uma goleada aplicada pelo seu confrade.
No entanto, na 20ª jornada, venceu o Petro de Luanda (resultado muito contestado nas hostes dos tricolores) e a expectativa é saber se pode fazer o mesmo aos polícias no reduto destes.

Os polícias têm mais uma oportunidade para consolidarem a vontade de acabar em terceiro no presente Girabola. A equipa de Vaselim Vesko sabe que a diferença pontual em relação ao Kabuscorp do Palanca é de um ponto, e qualquer deslize significa abrir as portas para a equipa orientada por Miller Gomes.

O 1º de Agosto, depois da goleada ao Desportivo da Huíla, que se traduziu na primeira vitória na segunda volta do campeonato, parte moralizado para o  Bengo ao encontro do “moribundo” Domant FC.  Espera-se que os militares cumpram calendário, dada a sua grandeza competitiva, se comparada com a do adversário. Entretanto, no futebol diz-se que não existem favas contadas e há exemplos a rodos.