Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Acerto de contas

Paulo Caculo - 19 de Setembro, 2015

Equipa do Palanca caso perca pontos baixa de posio na tabela e desta forma pode ver os restantes concorrentes a galgar terreno rumo conquista do campeonato nacional

Fotografia: Jos Soares

O Kabuscorp do Palanca deposita todas as suas apostas, no ataque para o jogo de hoje com o Petro de Luanda, às 16 horas, no estádio 11 de Novembro, referente à 26ª jornada do campeonato de futebol do país.Pressionado a não voltar a desperdiçar pontos, sob o risco de perder o quarto lugar para o mais directo perseguidor, o Interclube, que amanhã defronta o 1º de Agosto. Em face disso, os palanquinos jogam totalmente pressionados em conquistarem os três pontos no duelo desta tarde, frente aos petrolíferos.

Miller Gomes espera naturalmente, que a pressão não atrapalhe a exibição dos seus pupilos, razão pela qual durante a semana de trabalhos alternada entre o estádio da Cidadela e o campo anexo ao estádio 11 de Novembro, o treinador do Kabuscorp privilegiou o diálogo com os jogadores.

À semelhança da primeira volta, o vice-campeão nacional pode adoptar a mesma postura ofensiva, que permitiu assegurar a vitória.

O habitual povoamento do meio -campo com elementos maioritariamente com características ofensivas, deve ser a grande nota a destacar no “onze” dos palanquinos.

Com esta provável estratégia, o Kabuscorp prevê como objectivo primário, chamar a si a iniciativa de jogo, ganhar a maior posse de bola, assumir o domínio territorial da partida e abrir vias de acesso à baliza do Petro de Luanda.

Com esta postura, Miller Gomes espera naturalmente, que o êxito da equipa seja uma consequência natural da acção demolidora do ataque. E a alimentar a ambição do treinador, no regresso às vitórias, está o facto de alguns jogadores estarem de volta à melhor forma física, como são os casos do médio Lami e do avançado Patrick Anfumu.

Nos últimos dois jogos, o Kabuscorp dividiu pontos com os adversários, no empate (2-2) com o Sagrada Esperança e na 24ª jornada diante do Sporting de Cabinda (0-0), na recente deslocação ao terreno dos leões do norte.


LINHA  PROVÁVEL
Mário “lidera” equipa


No prognóstico do “onze” provável do Kabuscorp, com vista o jogo desta tarde, no estádio 11 de Novembro, só a opção para a baliza não deixa dúvida: Mário. O guarda-redes está  a atravessar um excelente estado de forma, deve ser a principal aposta de Miller Gomes para fechar os caminhos do golo ao Petro.

O “keeper” formado no Interclube,  tem estado em grande nível nos jogos dos vice -campeões nacionais, pode encarnar o papel de “grande líder” na estratégia defensiva da equipa, na árdua missão de “roubar” três pontos aos petrolíferos.

Partem em vantagem, no quarteto defensivo, os fundamentais Silva e Elío, no centro,  Lunguinha e Faustino (ou Panilson) nas laterais. O central Boka espreita também os lugares de titulares, na medida em que tem sido opção do treinador.

Quanto ao sector intermédio, Fiston e Kibeixa (ou Borges) devem ser os mais recuados, podem na sua frente contar com os apoios de Lami, Mano, Fuki e Evandro (ou Patrick). No tocante ao ataque, a responsabilidade deve estar  seguramente confiada ao goleador Meyong.