Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Afastar a presso

Betumeleano Ferro - 12 de Maio, 2018

Interclube tem esta tarde um adversrio acessvel no fecho da primeira volta

Fotografia: Vigas da Purificao| Edies Novembro

A tempestade e a bonança são duas realidades normais em qualquer campeonato, mas ter uma ou outra também depende do desempenho competitivo de cada equipa. É por isso, que o Interclube vai tentar fazer pela vida esta tarde a partir das 16H00, no 22 de Junho, para bater o modesto Domant, único resultado capaz de desafogar os polícias dos dois desaires consecutivos que renovaram a esperança dos carrascos 1º de Agosto e Petro de Luanda, esta última que vai ter o sábado atarefado no Dundo ante o Sagrada Esperança.
Os polícias perderam algum fulgor, reduziram a passada, é verdade, mas querem evitar a todo o custo novo desperdício de pontos ainda mais porque o adversário é bem acessível.
A candidatura do Interclube de modo algum ficou beliscado por perder 6 pontos contra concorrentes directos, mas a coisa é capaz de mudar se esta tarde for incapaz de fazer o pleno contra os domantinos.
A obrigação de ganhar ou ganhar está a pressionar o balneário do líder, agora que soe o apito para que os polícias consigam provar que ainda estão vivos, mais do que a exibição precisam de correr para os pontos, o que se quer é que vençam, com poucos ou muitos golos vai dar o mesmo número de pontos.
O campeonato ainda está longe das decisões, mas como essa é a última jornada da primeira volta, o Interclube tem de reagir com competência para evitar que dispare o alarme, o que se exige é que a equipa consiga recuperar o ânimo e a confiança para fazer as mesmas coisas boas de antes.
Até agora, já deu para ver que o líder do campeonato sabe reagir bem diante da adversidade, a recta final do primeiro turno foi bastante penalizador para Paulo Torres e pupilos, mas com uma vitória o passado fica mesmo para trás.
A deslocação a Luanda é curta dada a proximidade com o Bengo, mas o Domant sabe o que lhe espera no 22 de Junho, conter a revolta do Interclube é uma tarefa e tanto para o lanterna vermelha, mas a equipa forasteira não vai se entregar sem luta, se quisesse entregar os pontos nem marcaria presença no jogo.
O Domant está numa situação bem delicada, as chances de pontuar existem, embora não sejam muitas, mas como a esperança também é a última a morrer no futebol, os domantinos vão tentar pôr em campo uma estratégia simples, porém eficaz, em que a atitude de espera vai determinar ou o inesperado, vitória, ou o mínimo, o pontito moralizador.
Um pouco atrasado na corrida do título, o Petro de Luanda vai ao Dundo medir forças com o Sagrada Esperança. O jogo inicia às 15h00 mas mesmo que começasse muito mais cedo a obrigação tricolor seria a mesma, somar 3 pontos para manter acesa a chama do título, pois os muitos pontos desperdiçados deixam o campeão dos campeões sem muita margem de erro em casa dos diamantíferos.
Os tricolores sempre se deram bem contra os diamantíferos, mas esse é daqueles jogos em que quem aparenta ser mais forte quer a repetição do doce passado, o Petro ainda tem jogos em atraso mas antes tem de pensar em resolver a questão com os diamantíferos para ganhar a moralização necessária para acertar o calendário daqui a dias.
O Petro de Luanda tropeçou mas não caiu, é ponto assente que perdeu muito para se reerguer e não vai querer deitar por terra todo o esforço que fez, uma vitória extramuros é mais do que importante para a recuperação do tricolor.
Com ou sem vontade, o Petro não pode voltar de mãos a abanar, a recuperação total que os adeptos tantos anseiam de modo algum vai se tornar real com uma eventual derrota.
A vida também não está nada fácil para o Sagrada Esperança, é verdade que só tem menos 3 pontos que o Petro, mas a sua prestação, mesmo com o jogo em atraso, está muito aquém do esperado, o passado e o presente estão a condenar Ekrem Asma e pupilos.
O jogo com o tricolor ainda não é a derradeira aparição dos diamantíferos na primeira volta, porque ainda têm calendário para acertar, mas fica claro que é dos 3 pontos que a equipa quer a todo o custo somar, o Petro de Luanda é um alvo apetecível para elevar a motivação de qualquer competidor.