Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Aflitos tentam minimizar mau comeo

Betumeleano Ferro - 13 de Dezembro, 2018

Fotografia: M.Machangomgo | Edies Novembro

O campeonato está a ser um pesadelo para o Clube Recreativo da Caála (CRC) e o Saurimo FC, duas equipas que demoram a aquecer para mostrar acções próprias de quem tem capacidade para se manter de pé no Girabola Zap. As lamúrias dos emblemas supracitados ainda não têm dias para terminar por causa do confronto que vão protagonizar esta tarde, a partir das 15h00, no estádio Mártires da Kanhala.
Como se vê, não há nenhum modo de haver um duplo sorriso, a vitória é diferente do empate, pelo que mesmo que haja um \"acordo de cavalheiros\", o final do jogo não vai dar o alívio pretendido porque o que os contendores ambicionam é acabar com o desperdício de pontos.
Vontade de acabar com a crise de maus resultados é uniforme nos dois balneários, mas esse é um resultado que só um deles pode obter, isso é uma certeza absoluta, mas não é por causa disso que as equipas vão se fechar lá atrás com medo de perder. Quanto mais for o receio de sofrer um desaire maior são as chances do Caála e do Saurimo prolongarem a má fase no campeonato, do jeito como as coisas estão vai ser necessário muito mais do que força de vontade para um dos aflitos somar os 3 pontos.
O último jogo caseiro do CRC deixou marcas profundas sobretudo no técnico David Dias. Ou seja, os adeptos não querem mais dar descontos ao treinador, ainda bem que o mesmo sabe que estão a pedir a sua cabeça porque vai ter de fazer a sua parte para acabar com o mal-estar, que existe de facto. Os caalenses estão mais pressionados, ainda não estão na fase do custe o que custar, porém, é provável que para lá se dirijam se não forem capazes de ultrapassar em os lundas.
Com os mesmos 4 pontos do CRC, o Saurimo FC está em igualdade de circunstâncias, esse é o jogo ideal para se sacudir porque também há o mesmo pensamento comum do outro lado, a ronda parece que quer favorecer a tão ansiada reabilitação de quem estiver disposto a pagar o preço justo pela vitória.