Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Ainda me sinto com fora e vontade de dar o melhor"

Paulo Caculo - 26 de Agosto, 2015

Antigo capito do Interclube cumpre no ASA um novo ciclo da sua carreira

Fotografia: Santos Pedro

O extremo esquerdo Minguito, ao serviço do Atlético Sport Aviação (ASA), assegurou ontem , ao nosso jornal, estar extremamente convicto de que conseguirá, ainda esta época, regressar aos bons velhos tempos que habituou aos adeptos, nas brilhantes carreiras protagonizadas com a camisola do Interclube.A cumprir a sua primeira época na equipa aviadora, o jogador garante estar a viver com enorme expectativa a subida gradual do seu estado de forma. Como prova disso, sublinhou ele, tem conquistado mais vezes lugar nas opções do técnico Roberto do Carmo "Robertinho".

“A minha estreia foi contra o Progresso e devo aproveitar a oportunidade para agradecer ao público que recebeu-me muito bem. Sinto que estou a chegar ao meu melhor”, confessou Minguito.  "O meu principal objectivo é, primeiro, ajudar o ASA a alcançar os objectivos no campeonato e, segundo, reaparecer em grande no Girabola, porque tenho saudades dos meus velhos tempos", acrescentou o extremo, ex-capitão do Interclube, embora reconheça estar ciente que a medida que o tempo passa, a idade também aumenta. "Ainda sinto-me com força física e enorme vontade de dar o meu melhor à equipa, porque quero continuar a ter êxito na minha carreira", justificou.

Minguito não escondeu, por outro lado, a forma como foi recebido no ASA, “num ambiente de grande cordialidade”, facto que o permitiu adaptar-se rapidamente ao espírito de grupo e filosofia de trabalho da equipa. "Assinei seis meses, mas estou há mais tempo com o grupo, desde princípios de Março para ganhar aquele ambiente com o pessoal do plantel. Tem sido uma experiência boa, porque encontrei antigos colegas e amigos de longa data no Girabola".

SATISFAÇÃO
“Estou numa das melhores equipas”


Minguito garantiu ter assinado por uma das melhores equipas do campeonato nacional. O extremo está feliz, sobretudo, pelo facto de estar num clube tricampeão, razão pela qual acredita que pode continuar a alimentar o sonho de voltar a erguer, um dia, o troféu do Girabola, tal como aconteceu em 2007 e 2010, ao serviço do Interclube.

O jogador disse, ainda, estar plenamente de acordo com o treinador brasileiro, quando diz que a base que o ASA está a formar no momento, permite sonhar com o título daqui a quatro ou cinco anos. "O ASA tem uma das melhores escolas que forma b jogadores e de qualidade. Se olharmos para o plantel, vamos dar conta de uma parte de jogadores provenientes dos escalões de formação do clube; jovens com muito talento, qualidade e acredito que com muita dedicação, tanto da direcção do clube como do treinador, o clube pode sim voltar a ser campeão no futuro", afirmou.

Em relação ao rendimento menos conseguido do ASA na primeira volta do Girabola, Minguito considera ter sido resultado do facto da equipa ter recebido novos jogadores e treinador. O extremo acredita que a integração no plantel de atletas jovens e menos experientes também pode ter influenciado para que os bons resultados demorassem a chegar.  "Na segunda volta reforçou-se com jogadores mais experientes, como é o meu caso, David e Love e acho que isso veio ajudar o ASA a ser mais forte e muito experiente. Acho que o plantel está muito mais equilibrado".