Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Albano Csar quer evitar surpresas

Avelino Umba - 21 de Fevereiro, 2016

Tcnico do Progresso espera um jogo difcil

Fotografia: Santos Pedro

O técnico do Progresso do Sambizanga, Albano César, disse ontem ao Jornal dos Desportos, que o jogo frente ao Porcelana FC do Cuanza  Norte para a primeira jornada do Girabola Zap hoje às 16h00 no Estádio da Cidadela Desportiva, vai ser difícil a julgar pela reestruturação e potencial da equipa adversária.

Com uma programação de quatro dias de trabalho em casa, depois do estágio em Windhoek (Namíbia) onde permaneceu cerca de um mês, o técnico adiantou " estamos preparados para a partida com espírito de colectividade, dado que é sempre difícil jogar com uma equipa na condição do Porcelana que regressa ao convívio dos grandes".

"Mas o Progresso a jogar em casa e perante o seu público, tudo faremos para evitar surpresas, estamos preparados e motivados para entrar em campo com atitude, garra,  concentração e espírito ganhador", frisou o técnico.

Albano César adiantou que dentro da evolução da equipa no âmbito psicológico quer uma equipa que acredita estar bem reforçada e estruturada.
"Fizemos uma preparação à altura das expectativas, para contrapor todos os intentos do adversário se assim for, pelo facto de jogarmos em casa temos  a primazia de sermos os candidatos  aos três pontos" assegurou.

Bastante determinado por uma boa partida, aliado a um bom espectáculo, Albano César afirmou que "vai vencer a equipa que menos erros tiver nas acções defensivas,  trabalhámos vários detalhes que vamos pôr em prática durante o desenrolar dos 90  minutos, porque o nosso objectivo é ganhar o jogo".

Questionado sobre a prova em que se estreia contra o Porcelana FC do Cuanza Norte, Albano César prognosticou ser bastante difícil a julgar pelos investimentos humanos e materiais feitos pelos clubes. "Este é um campeonato bastante difícil para qualquer equipa, todas estão a competir, têm argumentos suficientes para a competitividade  que se exige", sublinhou.