Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Alta tensão na abertura da sétima jornada

Betumeleano Ferrão - 17 de Março, 2018

Kabuscorp do Palanca defronta Domant FC no Bengo depois do desaire diante do 1º de Agosto

Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

O Girabola Zap começa a ficar interessante. Ou seja, a separação do trigo e do joio já está a ocorrer, situação normal num campeonato que hoje começa a ver a bola rolar em três campos, sem que os aficionados saibam onde centralizar as atenções. Vai ser muito atraente acompanhar as incidências do Domant - Kabuscorp, estádio do Dande, às 15h00, Cuando Cubango FC - Progresso Sambizanga, às 15h00, no Municipal de Menongue, e Sagrada Esperança - 1º de Maio de Benguela, às 15h30, no Dundo, todos eles jogos prometedores.
A fase por que passam as seis equipas que entram em acção é o ideal para mostrar serviço, o momento é mesmo o ideal porque estão sem margem de erro, tendo em conta o que de bom e de mau lhes tem acontecido nas últimas jornadas.
É hora de pontuar para quem tem de começar a definir o que realmente quer no campeonato, ou o desperdício termina ou o botão da crise é accionado logo de imediato porque os envolvidos nos 3 jogos desta tarde estão atrasados na classificação.
O Kabuscorp descansou na jornada passada, ficou adiado o jogo com o Petro de Luanda, mas isso de modo algum mudou a meta para a deslocação extramuros ao terreno do Domant. Os palanquinos têm de reagir depois da derrota contra o 1º de Agosto, um outro resultado que não a vitória pode ser comprometedor para quem colocou a fasquia no topo.
A bem da verdade, quem ambiciona ser campeão pode fazer tudo menos desperdiçar muitos pontos em dois jogos consecutivos. Desde que as vitórias passaram a valer 3, o empate não é divisão de pontos, porque perde-se dois, motivo por que o Kabuscorp do Palanca tem de fazer pela vida para ver se consegue recuperar em casa alheia o que perdeu no dérbi com o 1º de Agosto.
O Domant FC tem feito uma boa colheita de pontos contra adversários mais cotados, é verdade que nenhum dos perdedores tem a dimensão do Kabuscorp, mas os domantinos tomaram gosto pela coisa e não ficar de joelhos vacilantes. O contrário sim vai acontecer, o Domant vai reutilizar a fórmula do sucesso porque se em equipa que ganha não se mexe, táctica que dá certo é para manter.
Sem muito por onde escolher, o Cuando Cubando FC recebe o Progresso Sambizanga obrigado a pontuar, nem que seja com o empate, para meter mais um bloco para construir a manutenção. A condição de anfitrião aumenta a pressa de vencer, contudo, a parada não está tão alta para quem já deu mostras de que pode fazer coisas boas no campeonato.
Os sambilas estão a fazer um novo começo com uma equipa rejuvenescida que já deu bons indicadores, mas o que os adeptos querem é vitórias. É essa a meta a atingir pelo Progresso, 3 pontos extramuros pode aumentar a confiança dos jovens sambilas.

TIRA-TEIMA NO DUNDO

Trinta minutos depois do apito inicial no Dande e no Municipal vai chegar a vez do Dundo, o Sagrada Esperança e o 1º de Maio de Benguela vão protagonizar o jogo de cartaz do sábado.
Os diamantíferos e os proletários estão em pé de igualdade em tudo, mas agora chegou a vez da separação, tudo vai depender do desempenho competitivo dos contendores, quem souber por que entrou em campo vai ter meio caminho andado para somar 3 pontos.
As duas equipas tiveram desempenho semelhante na jornada passada, ambas perderam por 2-0, isso é suficiente para acreditar que querem corrigir o passo falso sem demora.
Quer o Sagrada, quer o 1º de Maio, estão a desiludir os seus adeptos, prometem muito mas quando chega a hora de pagar desaparece do campo, defraudam na colheita de pontos, mas essa tarde um deles pode dar o ar da sua graça.