Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

APF valida posio do Conselho de Disciplina

Jlio Gaino - 22 de Agosto, 2019

Elenco de Antnio Costa aplaude medidas da FAF

Fotografia: Arimateia Baptista ( Hula) /EDIES NOVEMBRO

A decisão tomada pelo Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (CDFAF), que inviabilizou a realização do jogo entre as equipas do Estrela Clube 1º de Maio e da Académica do Lobito, referente à primeira jornada do Girabola Zap 2019/2020, foi considerada legal por uma fonte da Associação provincial da modalidade de Benguela (APFB). A fonte contactada pelo nosso jornal, garantiu que em momento algum registou-se intromissão de poderes no julgamento do “caso” 1º de Maio, pese embora defender a necessidade de se rever determinadas competências dos órgãos autónomos da FAF.
“As pessoas são livres de esgrimir seus argumentos, com ou sem razão. Por aquilo que me foi dado a perceber, o Conselho de Disciplina guiou-se com base estatuído nos regulamentos da FAF aprovados em assembleia-geral. É bem verdade, que algumas coisas devem ser revistas, no sentido de se acabar com as confusões que assistimos na interpretação de determinados assuntos ligados à organização dos jogos dos nossos campeonatos”, comentou.A fonte de que fazemos referência, fez recurso a uma das passagens estatuídas nos Regulamentos da FAF, assegurando que “compete ao Conselho de Disciplina apreciar e decidir, baseando-se na Lei e regulamentos aplicáveis, todas as infracções imputadas a pessoas singulares ou colectivas sujeitas ao poder disciplinar da FAF”.
“Foi justamente o que aconteceu. Agir de forma contrária, aí sim, seria um erro susceptível à mancha indelével para a organização do nosso futebol”, comentou a fonte, para quem a direcção proletária é livre de decidir a sua permanência ou não no Girabola Zap.