Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Ary Papel consta nas contas do drbi

Jorge Neto - 12 de Maio, 2016

Mdio ofensivo da formao militar trabalha sem limitao e pode voltar a merecer a confiana para o jogo da 12 jornada

Fotografia: Jos Cola

O médio ofensivo Ary Papel pode ser opções da equipa técnica do 1º de Agosto para o dérbi de sábado às 16h00, no Estádio 11 de Novembro, diante da formação do Kabuscorp do Palanca, desafio referente à 12ª jornada do Girabola Zap.

Jogador muito influente na manobra do conjunto militar, o atleta correu contra o tempo para debelar as dores no músculo da perna direita por forma  a integrar o grupo. Afastado nos últimos dois desafios, o camisola 30 treina sem limitações.

Ary Papel  realizou até à semana passada um programa específico, elaborado pelo corpo médico da equipa com base em exercícios físicos e corridas ligeiras, para ultrapassar a limitação nos movimentos que o preocupava nas últimas duas jornadas em que esteve ausente.

A equipa técnica rubro - negra conta nesta altura com o jogador  neste sábado, ultrapassados  os aspectos que limitavam a integração de Ary Papel na preparação técnica e táctica, para não ser posta em causa a integridade física do médio ofensivo.

Por outro lado, está confirmado o regresso do médio defensivo Jumisse, após falhar a partida com o 1º de Maio de Benguela, por acumulação de cartões amarelos. Foi o primeiro jogo que o jogador moçambicano falha esta época, um jogador com  presença habitual  entre os titulares da equipa.

O lateral direito/médio Mingo Bile também regressou às opções da equipa técnica, depois da ausência forçada no jogo passado, devido a um ferimento na cabeça.
Os agostinos visitam os palanquinos para o cumprimento  de um dos desafios mais apetecíveis da 12ª jornada, que pode traduzir-se num duelo de difícil prognóstico.

A atravessar um momento de grande estabilidade no campeonato nacional, os pupilos de Dragan Jovic vão ter pela frente um adversário que atravessa um período menos bom, mas a vitória sobre o Petro sob o comando de Mateus Agostinho “Bodunha”, substituto de Miller Gomes, os palanquinos estão galvanizados e querem seguir a somar.

As duas equipas vêm de vitórias na jornada anterior, situação que aumenta o interesse pelo dérbi e o público entusiasta deve acorrer em massa à nova catedral do futebol angolano, para encher as bancadas e aplaudir o seu clube.