Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Ary Papel quebra jejum de golos

Jorge Neto - 23 de Março, 2016

Mdio militar devolve tranquilidade ao grupo com tento que colocou e reforou a sua equipa no comando do campeonato nacional da primeira diviso

Fotografia: Jornal dos Desportos

O médio ofensivo do 1º de Agosto marcou o seu primeiro golo este ano no Girabola Zap para a quinta jornada, Ary Papel quebrou  a travessia no deserto que estava a fazer, está agora entre os marcadores da equipa militar na competição.

O melhor marcador do conjunto agostino na época passada com 12 golos deixou a sua marca aos 85 minutos do desafio de domingo diante do Progresso da Lunda Sul, apontou o segundo tento da equipa, desfez o empate que se registava no marcador, após o tento inaugural de Dany Massunguna. O terceiro foi apontado por Patrick.

O camisola 30 da equipa rubro -negra precisou de 445 minutos para fazer o  “gosto ao pé”, depois de ficar em branco nas primeiras quatro jornadas, ou seja, diante das formações do Benfica de Luanda, Progresso do  Sambizanga, 4 de Abril do Cuando Cubango e Académica do Lobito.

 Curiosamente, no ano passado Ary Papel festejou o primeiro golo diante de um Progresso, o do Sambizanga na sexta jornada, na vitória também por 3-1, tendo o próprio inaugurado o marcador seguido de Gelson e Buá.

A partir desta jornada o médio ofensivo  alternou a sua presença nos marcadores dos jogos da formação militar, levou à melhor sobre os avançados Gelson e Mateus Galiano, cada com dez golos. Este ano, Ary Papel começou a escrever uma nova história com o tento  frente ao Progresso da Lunda Sul.

  A influência do jovem jogador na equipa orientada pelo bósnio Dragan Jovic é inquestionável, pelos números que tem apresentado durante os poucos anos que tem no Campeonato Nacional da Primeira Divisão, ou seja, destaca-se tanto a marcar como nas assistências aos seus companheiros.

Com isso, Ary Papel junta-se à curta lista de marcadores na equipa do 1º de Agosto, liderada por Gelson (cinco golos), Geraldo (dois), Ibukun, Isaac, Buá, Massunguna e Patrick, cada com um tento.

O conjunto militar apresenta o ataque mais finalizador do Girabola Zap com 13 golos, além de ser o líder invicto da competição. Nas cinco jornadas disputadas os agostinos alternaram a pontaria de dois ou três golos por desafio, fazem uma média de 2,6 tentos por jogo.