Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA com chances de voar com estabilidade

Betumeleano Ferro - 10 de Setembro, 2016

Aviadores so favoritos na recepo aos proletrios de Benguela

Fotografia: Miqueias Machangongo

A manutenção do ASA no Girabola ZAP parece mais certa, do que a permanência do 1º de Maio de Benguela. Os aviadores superaram todas às expectativas e afastaram o espectro da despromoção, sob o comando de José de Carvalho "Corola", técnico que substituiu Roberto do Carmo "Robertinho", a razão principal por que há muitos motivos para acreditar que esta tarde a partir das 15h30, nos Coqueiros, a equipa do aeroporto volte a somar pontos.

Os aviadores estão a alcançar resultados surpreendentes na segunda volta, um deles foi a vitória sobre o Libolo que contribuiu para o 1º de Agosto estar na liderança do campeonato. De todos os lados em que se possa olhar, há sempre itens que favorecem ao ASA, agora só resta esperar a hora do jogo, para ver se os aviadores confirmam a excelente fase no Girabola ZAP.

A grande recuperação do ASA até certo ponto é uma boa nova para o 1º de Maio, os proletários estão de sobreaviso, caso percam podem alegar tudo menos que não contavam com o poder avassalador dos pupilos de Corola.

Os proletários estão um lugar acima da linha de água, a deslocação a Luanda é para pontuar, nem que seja para o empate. O 1º de Maio está aflito e precisa de controlar os níveis de ansiedade para não cometer erros fatais, ninguém está à espera de ver os proletários a remeterem-se à defesa, também parece verdade que  o histórico clube benguelense não vai aos Coqueiros para jogar de peito aberto.

O ASA entra em campo com tudo o que precisa para ganhar, mas vai ter de ser cauteloso para evitar comemorações, antes do apito final. É ponto assente que até o 1º de Maio está consciente da superioridade aviadora,  como não existem vencedores antecipados, os aviadores têm de aparecer em campo senão os proletários vão gritar bem alto nos Coqueiros.

A diferença pontual entre os contendores é de três pontos, o ASA está num excelente momento de forma e a caminhar de maneira firme para a manutenção, mas o 1º de Maio ainda tem as suas chances de permanecer no Girabola Zap, uma vitória em Luanda é capaz de colocar os proletários em posição privilegiada no campeonato dos aflitos.


ASA
Corola mantém
discurso cauteloso


O treinador do Atlético Sport Aviação (ASA) considera o jogo desta tarde com o 1º de Maio de Benguela, uma partida complicada para a sua equipa.
Separadas por três pontos, com vantagem para os aviadores, José de Carvalho "Corola" reconheceu que a situação classificativa do adversário exige cuidados redobrados.

"Vamos ter um jogo complicado. O 1º de Maio está numa situação classificativa muito aflitiva, o que significa que não vai baixar os braços, para sair dos Coqueiros com um resultado positivo. Apesar da pretensão, vamos travá-lo para invertermos a presumível tendência", adiantou.

No lançamento do jogo de hoje ao Jornal dos Desportos, o técnico alertou aos seus atletas de que em função da disposição dos proletários, vai ser necessário manter a disciplina táctica e um esforço suplementar ao longo da partida.

"Conhecendo a combatividade com que o nosso adversário encara os desafios em Luanda, trabalhámos durante a pausa para moldarmos o ASA a sistemas bem combinados, capazes de o tornar num conjunto respeitado na fase conclusiva do Girabola Zap 2016", defendeu.

Corola explicou que os treinos durante o período de pausa, e o princípio desta semana, incidiram na correcção de algumas lacunas no sistema defensivo do grupo às suas ordens.

"Tal como durante todo o período em que estivemos em pausa, esta semana trabalhámos na correcção do sistema defensivo na sua globalidade.
Constatamos muitas debilidades nessa vertente, quer no sector atacante, como no sector defensivo. Ao longo dos jogos amistosos que efectuámos, deparamo-nos com estas fragilidades, facto que deixou-nos muito preocupados. Porém, emendamos essas falhas", revelou.

Ao longo da pausa de 19 dias que se registou no Girabola Zap 2016, o conjunto do aeroporto para manter a forma desportiva e os níveis competitivos do plantel, realizou três partidas amistosas, que se saldaram em duas vitórias e uma derrota.

À entrada da 23ª ronda do campeonato nacional, a equipa do ASA ocupa a 11ª posição da tabela classificativa geral, com 26 pontos. Para assegurar a manutenção precisa de três vitórias.   
Augusto Panzo