Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA continua na zona de descida

09 de Maio, 2017

Aviadores estão em queda livre

Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

A permanência no Girabola ZAP, agora, é motivo de conversa no histórico clube angolano. A primeira volta está a duas jornadas do fim e o tricampeão continua incapaz de esboçar qualquer tipo de reacção, para sair da antepenúltima posição. Sai ano, vem ano, e a rotina de luta para não descer continua.

A turbulência por que passam os aviadores contrasta com a bonança do 1º de Maio. A ditadura do proletariado anulou a desvantagem de 2-0, mas o saboroso triunfo sobre o Santa Rita da Cássia ficou manchado pelo penálti inexistente, que deu o 3-2. Para a contabilidade do triunfo, entraram mesmo os 3 pontos importantes, que ajudaram a acelerar no campeonato dos aflitos.

O êxito dos benguelenses ganhou mais notoriedade porque aconteceu diante de um concorrente directo na fuga à despromoção. Os santos da casa  falharam  no milagre e a equipa de Santa Rita deixou escapar a confortável vantagem de 2-0. O avanço no marcador não chegou para os católicos pontuarem, a fim de progredirem na competição.

O campeonato dos aflictos, ganhou animação, graças aos clubes de Benguela. Com efeito, a Académica do Lobito veio a Luanda empatar com o Interclube de Angola. Os estudantes falharam a vitória, é verdade, mas evitaram a derrota.  Com o ponto somado saíram da jornada no degrau acima da linha de água, pois, estão melhor que o JGM, ASA e Santa Rita.

Antes de entrar em campo, era consensual que a equipa das Mangueirinhas tivesse poucas hipóteses de fazer muito contra o candidato Kabuscorp. O desaire no final por 1-0 mostra que a equipa do Huambo saiu de Luanda com a certeza de que faltou um golo para se deixar apanhar pelos lobitangas. As duas equipas somam 9 pontos.

O Progresso da Lunda Sul esteve até ao minuto 86 fora do campeonato dos aflitos. Os lundas estavam a ganhar ao 1º de Agosto, por 1-0, mas os últimos minutos foram fatais. Além de perder, o Progresso ainda viu o 1º de Maio sair da jornada na posição que antes era sua.