Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA cumpre ciclo apertado de jogos

Augusto Panzo - 24 de Abril, 2016

Aviadores tm em agenda uma deslocao vila de Calulo ao encontro do Libolo com quem joga para o acerto de calendrio referente quarta jornada do Girabola Zap 2016

Fotografia: Dombele Bernardo

O Atlético Sport Aviação (ASA) está cumprir um ciclo de jogos que surpreendeu o grupo e obrigou a equipa técnica a alterar o plano de trabalho. E para complicar ainda mais a vida dos aviadores, até a penúltima jornada da primeira volta, têm tido uma sequência de jogos com equipas de Luanda.

De acordo a programação feita pela Federação Angolana de Futebol que tivemos acesso, num espaço de 12 dias, o clube do aeroporto tem agendada quatro partidas, das quais já disputou duas.A “maratona" de jogos teve início no dia 18 do corrente, quando o ASA defrontou o 1º de Maio e perdeu por duas bolas a uma. O referido encontro teve a particularidade de ter sido disputado às 8h00”, algo inédito no nosso Girabola.

Quatro dias depois, na sequência do referido ciclo, o conjunto treinado pelo brasileiro Roberto do Carmo “Robertinho”, jogou sexta-feira diante do Kabuscorp do Palanca, em partida referente à nona ronda do campeonato.

Para não variar, num mesmo espaço de tempo (quatro dias), a formação aviadora tem em agenda uma deslocação à vila de Calulo, ao encontro do Recreativo do Libolo, com quem joga para o acerto de calendário, em desafio referente à quarta jornada do Girabola Zap 2016, adiado na altura devido à participação do campeão nas Afrotaças.

O aludido período de jogos apertado para o ASA termina na próxima jornada, a ser disputada nos dias 29 e 30 de Abril, e que culmina no domingo, dia 1 de Maio, onde o conjunto do bairro Mártires de Kifangondo vai a casa do Interclube.A agravar ainda mais o “sofrimento” do ASA, essa formação está igualmente mergulhado numa das fases mais difíceis do seu percurso no Girabola Zap 2016, pois, a partir da ronda que termina hoje, a equipa de Robertinho tem pela frente até a penúltima ronda do primeiro, apenas adversários de Luanda.Este facto pode parecer algo benéfico, pois, alivia os cofres da equipa em termos de gastos, mas em contrapartida estará mergulhado numa batalha em que enfrenta os chamados papões do futebol nacional.

Basta olhar para todos os jogos constantes do calendário do Girabola Zap a partir da nona jornada, para aferir que os aviadores têm pela frente uma tarefa árdua, já que enfrenta equipas candidatas ao título, como excepção do Progresso.


QUARTA JORNADA
Campeão e aviadores
acertam calendário


As equipas do Recreativo do Libolo e do Atlético Sport Aviação (ASA) jogam na próxima quarta-feira, dia 27, em partida de acerto de calendário, referente a 4ª jornada  do Girabola Zap 2016.

Adiado devido à participação da formação da vila de Calulo nas eliminatórias para a Liga dos Clubes Campeões de África, libolenses e aviadores têm a oportunidade de aumentarem a pontuação e encurtarem a distância em relação aos seus mais directos concorrentes nos objectivos traçados.

O desafio promete ser muito renhido, apesar do favoritismo pender, sobretudo, para o conjunto caseiro, que está a fazer um bom campeonato nos jogos caseiros, pois, até agora apenas registou um empate no seu reduto, nenhuma derrota e uma vitória.

A equipa do Cuanza Sul que encontra-se entre os seis primeiros classificados na tabela geral do Girabola, apesar de não estar a realizar uma campanha ao nível patenteado nas duas últimas épocas é sempre um adversário que exige dos seus opositores muitos cuidados.

Aliás, essa equipa ainda detém o título de campeão do Girabola, ceptro que vai com certeza tentar defender com 'dentes e unhas', para no final das contas poder sorrir de satisfação, falhado que está o objectivo traçado, a participação na fase de grupos da Liga dos Campeões.
 
Porém, isso não iliba o conjunto aviador de fazer um bom resultado em casa alheia, já que os últimos desaires registado, não tem sido por má qualidade de futebol que está a produzir, mas sim por culpa de alguma falta de sorte e factores extra-jogos.

Uma vitória para o ASA nessa partida de quarta-feira, permite aliviar a má fase que atravessam e elevar a moral dos atletas, para encararem os próximos compromissos com mais dinamismo, motivação e tranquilidade.                                         AP