Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA e Inter agitam os adeptos

Betumelano Ferr?o - 15 de Março, 2017

Polícias favoritos no duelo com proletários que vão moralizados ao Rocha Pinto

Fotografia: Jornal dos Desportos

O dérbi Atlético Sport Aviação (ASA) - Progresso do Sambizanga agendado para às 16h00, nos Coqueiros, é capaz de ser decisório para os aviadores.Ou seja, a má campanha no campeonato está a diminuir a margem de erro até para o técnico João Machado, cujo regresso à casa em que já foi muito feliz, está a ser marcado por maus resultados, três empates e duas derrotas.

A vida não está a ser fácil para os aviadores, a equipa precisa desesperadamente de uma vitória para relançar a esperança, todavia, esta teima e demora a chegar. O campeonato está na fase inicial, mas a classificação dá pouco conforto  aos adeptos sofredores, que até ao momento têm poucos motivos para acreditar numa campanha sem a sombra da despromoção.

Sorte diferente parece ter o Progresso do Sambizanga. Os sambilas também estavam presos a um redemoinho de maus resultados, mas  dois triunfos seguidos nas últimas jornadas lavaram a cara da equipa. O dérbi com os aviadores é uma grande oportunidade para os sambilas justificar que as coisas boas que estão a fazer não são obras do acaso.

O Progresso tem a cabeça no lugar, reencontrou-se com os bons resultados, a pressão de vencer existe,  não se compara nem um pouco com a do ASA. Os sambilas estão mais folgados e é possível que o técnico Kito Ribeiro tenha inculcado no plantel a importância de fazer uma entrada forte, para impedir que os aviadores assumam as despesas ofensivas.

A classificação do Interclube é melhor que a classificação do ASA, ainda assim, os polícias estão longe de justificar o rótulo de candidatos ao título. Esta tarde às 16h00, a equipa de Paulo Torres recebe no 22 de Junho o moralizado 1º de Maio de Benguela, um adversário  acessível para quem tenha de vencer.

O técnico dos polícias enalteceu os benefícios de jogar duas vezes por semana, mas a sua direcção quer bons resultados, uma preocupação que Paulo Torres tem de resolver para que o Interclube acompanhe a pedalada dos outros candidatos ao título.

A vitória na ronda anterior desafogou um pouco os proletários, agora em casa alheia, a equipa de Benguela tenta dar sequência ao que fez no jogo com  a Académica do Lobito. O grande problema do 1º de Maio é a intermitência inesperada, que faz com que seja incapaz de prevalecer contra adversários que aparentam ser mais fortes.

Um empate pode pôr em cheque a equipa de Paulo Torres, pelo que o Interclube tem de fazer pela vida e somar os três pontos diante de um adversário que vai ao 22 de Junho com a intenção primária de não perder o jogo, um ponto já era suficiente para o 1º de Maio ganhar o dia, ainda mais, porque são poucos os que não acreditam em mais um desaire proletário.

HUAMBO E LOBITO
Caála e Académica têm sortes diferentes


O  Clube Recreativo da Caála (CRC) - Sagrada Esperança tem tudo para fervilhar, esta tarde, o Estádio Mártires da Kanhala. O jogo tem os ingredientes para agradar quem estiver nas bancadas, as duas equipas gostam de atacar, um item importante que pode fazer com que a partida seja disputada, do princípio ao fim.

Tanto o CRC quanto o Sagrada demonstram ter as rotinas ofensivas bem definidas, é por isso que ninguém vai se surpreender, com uma vitória caseira ou forasteira, pois estamos em presença de duas equipas com perfis equivalentes.

O CRC faz bons resultados dentro e fora de casa, o mesmo também está a fazer o Sagrada, um sinal indicador de que as duas equipas vão se esticar em campo, para amealhar a totalidade dos pontos. Se a previsão der certo, o jogo é capaz de ter golos e uma entrega total dos 22 atletas.

Por causa da dinâmica que o CRC e o Sagrada costumam a imprimir, é justo repartir o favoritismo em chances iguais, das duas equipas  espera-se tudo menos um resultado desnivelado. As duas equipas têm oito golos marcados no campeonato, uma boa amostra da qualidade ofensiva que ostentam.

O CRC e o Sagrada venceram na jornada passada, é verdade que os diamantíferos fizeram o resultado da ronda, 6-0 ao JGM, mas o que conta mesmo é o estado emocional com que os contendores vão defrontar-se, chegam ambos moralizados para o que der e vier.

A outra partida da tarde vai opor a Académica do Lobito ao Desportivo da Huíla, um jogo entre duas equipas aflitas, que entram em campo com o mesmo número de pontos. Os estudantes jogam em casa têm de fazer uma jogatana para não desaparecer no Buraco, pois os militares aparentam ter um plantel com mais recursos.

A jornada passada correu mal aos dois contendores, até certo ponto, os estudantes tinham muito mais chances de pontuar no jogo com  o 1º de Maio do que o Desportivo contra o 1º de Agosto. Como as vitórias morais não valem, quer a Académica como o Desportivo estão na obrigação de corrigir o mau resultado da ronda anterior.

Os jogos no Buraco costumam ser agridoces para os estudantes, apenas foram dois lá disputados, é verdade, mas serviram para mostrar que a equipa é capaz do 8 ou do 80. A fraca campanha dos estudantes é incapaz de dar tranquilidade aos seus adeptos, pois o enorme desperdício de pontos pode fazer que a equipa volte a fazer um esforço extenuante  para não descer de divisão, há duas épocas seguida que é assim.


INTERCLUBE
Paulo Torres atento aos proletários


O regresso às vitórias no Girabola Zap 2017 anima a equipa do Interclube. que hoje a partir das 16h00 defronta no Estádio 22 de Junho, o Estrela 1º de Maio de Benguela, no prosseguimento da sexta jornada. De acordo com o treinador Paulo Torres, o plantel trabalhou bem ao longo das últimas semanas, está preparado para conquistar os três pontos. 

 “Estamos a trabalhar para regressar às vitórias. Ao longo da semana trabalhámos  bem, e felizmente, existe um espírito positivo no seio da equipa.Vamos  aproveitar da melhor maneira este jogo (diante do 1º de Maio), pois a equipa  necessita de jogar  com mais regularidade.  A equipa,  neste momento, está confiante e numa fase muito  positiva em termos de trabalho,  por isso espero que amanhã ( hoje) possa desenvolver um bom futebol  e tenhamos um pouco de sorte. Por todo o que fizemos podemos acreditar em mais pontos  no campeonato”, disse. 

O técnico  ao serviço do Interclube, considera  a equipa do 1º de Maio de Benguela  "muito boa",  tal como as demais do Girabola Zap.  "O 1º de Maio, tal como todas outras equipas nesta fase, ainda está à procura do seu melhor rendimento. As outras, por  manter a estrutura, têm os processos mais avançadas e conseguem mais pontos, o que é normal”, referiu. 

O facto da equipa  proletária conquistar no domingo, no dérbi benguelense, a primeira vitória no presente campeonato, deixa o técnico da equipa da Polícia de sobreaviso.“O 1º de Maio ganhou na jornada passada, e por isso, está com outra moral e confiança. Espero que o nosso adversário venha com vontade  de disputar o  jogo pelo jogo, e que as pessoas desfrutem da qualidade de jogo.

Mas devo dizer, que queremos pontuar e por isso, vamos procurar conquistar os três pontos. Temos a certeza de que não vai ser um jogo difícil, mas sei que os meus jogadores vão dar o seu melhor, pois este é o momento em que estamos mais unidos e a lutar para pontuar”, sublinhou. 

Ontem, no último treino, realizado no palco do jogo desta tarde, Paulo Torres voltou a dar  atenção ao sector  atacante, numa clara amostra que os polícias vão entrar a  atacar.  Com isso, o Interclube deve entrar  com o "onze" : Neblu, Filipe, Baca, Fabrício, Tó Carneiro, Pirolito, Paty, Lindala, Mano Calesso ou Karanga; Moco e Chico.
VALÓDIA KAMBATA


PROGRESSO DO SAMBIZANGA
Sambilas antevêem jogo intenso


Moralizada com a vitória por 4-0, na jornada anterior, diante do Progresso da Lunda Sul, a equipa do Progresso do Sambizanga almeja repetir a proeza, hoje à tarde nos  Coqueiros, quando defrontar o Atlético Sport Aviação (ASA), jogo referente à sexta jornada do Girabola Zap 2017. O treinador  -adjunto Diogo Pedro "Dione", garantiu ao Jornal dos Desportos que a equipa está preparada para o duelo com os aviadores,  admite que vai ser um jogo em que a equipa comandada por Kito Ribeiro vai pensar na conquista dos três pontos ao longo dos 90 minutos.

"Os jogos do passado fazem parte da história, agora, é trabalhar para os próximos compromissos. Para o encontro de amanhã à tarde (hoje), a equipa está preparada e com pensamento apenas na conquista da vitória", referiu.
A jogar com um adversário que ainda não conheceu o sabor da vitória este ano, quando o campeonato já "consumiu" cinco jornadas, Dione afirma que o ASA dispensa qualquer apresentação no campeonato, por isso, todo cuidado será pouco.

 "O adversário de amanhã (hoje) dispensa qualquer apresentação. É uma equipa com bons jogadores, aliado ao facto de ter um técnico muito experiente, mas nós também temos um grupo com qualidade para fazer aquilo que nos compete dentro das quatro linhas, ou seja, vencer o jogo", disse.

Com dois dias de preparação, o processo de trabalho, segundo Digo Pedro, foi feito a contar com todos os pormenores para contrapor o favoritismo do adversário que joga em casa.

"Apesar de poucos dias de trabalho para o jogo de amanhã (hoje), a equipa está consciente das possíveis dificuldades a encontrar ao longo dos 90 minutos, mas preparada para contrapor o adversário", realçou.

O adjunto de Kito Ribeiro destacou, por outro, os objectivos que perseguem no campeonato, por isso, vão procurar sempre obter a pontuação máxima.Temos uma meta por cumprir, por esta razão, estamos a fazer o nosso trabalho.

A equipa está moralizada para fazer o seu melhor, a julgar pelas condições de trabalho que ostenta. Felizmente, a vitória da última jornada, diante do Progresso da Lunda Sul galvanizou de certa forma o grupo, e quando isso acontece só temos de nos alegrar" afirmou.
AVELINO UMBA