Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA e Libolo abrem hoje 22 jornada

Ant?nio J?nior - 25 de Agosto, 2017

Aviadores buscam mais uma vitria para a estabilidade na tabela classificativa

Fotografia: Joo Gomes

A  s emoções do Girabola estão de volta esta tarde, a partir das 17h00, no Estádio dos Coqueiros, com o Atlético Sport Aviação (ASA) a receber o Recreativo do Libolo em partida referente à 22ª jornada. Ávidos dos jogos da maior competição do país, os adeptos voltam a deleitar-se com o melhor que temos no futebol doméstico. 

A realizarem uma campanha longe do estatuto e os pergaminhos que detêm na maior prova futebolística nacional, as duas equipas têm os objectivos centrados na vitória, embora a formação do Calulo apresenta-se em melhores condições de chamar a si o triunfo.

Contudo, não podemos perder de vista que apesar de os aviadores não estarem a exibir um futebol de encantar, alternando as boas e as más exibições, a formação do aeroporto na era Paulo Saraiva está a demonstrar evidentes subidas de rendimento rumo à estabilidade da aeronave.

Do lado contrário, o técnico Vaz Pinto admite que os libolenses apresentam algumas limitações e uma certa insegurança nos momentos cruciais da partida, ainda assim, não deixa de ser um candidato ao título e que sabe como superar os obstáculos quando pretende atingir os seus objectivos.

De resto, embora seja um duelo de campeões ( sete títulos em campo) não se espera um grande espectáculo, tudo por culpa das posições que ocupam na tabela de classificação. Hoje o objectivo primordial é pontuar e o que vier por arrasto será bónus para quem se deslocar ao estádio.

Se o ASA enfrenta um dos momentos mais críticos desde a sua criação e tudo faz para resgatar o prestígio que detém no futebol nacional, o Recreativo do Libolo depois da sua refundação, há uma década, tudo tem feito para manter o estatuto de uma das equipas mais cotadas do país.

Os calulenses continuam a ser capazes de vencer qualquer opositor do campeonato nacional, por isso, não seria desrespeito nenhum para a equipa da casa apontar os visitantes como candidatos. A qualidade do plantel e a trajectória na competição confere-lhe este estatuto, mas é ponto assente que os três pontos, não lhes será entregue na bandeja, pois, terão que trabalhar para os merecer.

Contudo, não está posta de parte a vitória dos aviadores até porque nas últimas jornadas têm demonstrado competência e muita determinação para estabilizarem a posição na tabela de classificação numa prova que goza de um certo respeito, mas nas últimas jornadas não têm feito jus aos seus pergaminhos.

Numa altura em que o campeonato nacional caminha para a sua recta final, dos três resultados possíveis, o empate é o último que entra nas contas dos contendores, embora seja um mal menor para aquilo que pretendem de acordo com os objectivos traçados para esta época.