Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

ASA e Sagrada dividem pontos

Augusto Panzo - 05 de Julho, 2017

Conjunto aviador continua sem perder no consulado de Paulo Saraiva

Fotografia: M.Machangomgo |Edies Novembro

O Atlético Sport Aviação (ASA) cedeu os primeiros pontos na era Paulo Saraiva ao consentir ontem no Estádio dos Coqueiros, um empate a zero bola diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte, no prosseguimento da 18ª jornada do Girabola Zap de 2017.Tal como era esperado, o conjunto aviador entrou em campo com alguma destreza, no sentido de defender a condição de anfitrião, bem como justificar o bom momento que atravessa no campeonato, desde que o novo treinador assumiu o comando da formação aeroporto.

Apesar dessa tendência, o Sagrada Esperança não se deixou intimidar. Fez o seu jogo, criando muitas dificuldades à formação aviadora, sobretudo no seu sector defensivo, onde se denotava alguma fraqueza, principalmente na zona à guarda do central Bodunha.A ousadia do conjunto proveniente da cidade do Dundo culminou com a expulsão do defesa central do ASA Josemar, que em função da acutilância dos atacantes diamantíferos, viu-se forçado a cometer duas faltas perigosas consecutivas que lhe custaram dois cartões amarelos e o consequente cartão vermelho.

Em vantagem numérica, o Sagrada tentou aproveitar essa brecha, mas os aviadores mostraram-se determinados em defender todas as jogadas e as duas equipas acabaram por sair para o intervalo com um nulo.De volta dos balneários, na intenção de melhor explorar a superioridade dos seus jogadores em campo, o técnico  Ekrem Asma efectuou duas substituições simultâneas, com vista a chegar ao golo, mas essa tendência foi mais uma vez travada pelo ASA, que por um longo período de tempo dessa fase complementar tomou conta do desafio.

Não obstante isso, o resultado manteve-se inalterado até ao fim da partida pois, à semelhança dos jogadores do Sagrada, os aviadores também não conseguiam violar as redes adversárias.Nota negativa para António Caxala, que por duas ocasiões negou grandes penalidades ao ASA, quando Mabululo foi empurrado pelas costas pelo guarda-redes Carlos na pequena área, numa altura em que o atacante aviador tentava recuperar o esférico que era favorável, bem como na outra ocasião, quando a bola foi desviada com a mão por um defensor diamantífero na grande área, depois de um cabeceamento do atacante Bena.

OPINIÃO DOS TÉCNICOS(adj. ASA)Sérgio Pedro
“Estamos satisfeitos”


Tivemos uma primeira muito lenta e a nossa equipa não joga assim, talvez por culpa do estado em que se encontra a relva neste momento. Ainda assim, estamos satisfeitos porque não perdemos o jogo. Vamos continuar a trabalhar para as próximas partidas.

(TREINADOR DO Sagrada)Ekram Asma
"Dominamos o jogo"


A nossa equipa hoje esteve melhor. Controlamos o jogo durante os noventa minutos, maior posse de bola e criamos muitas oportunidades de golo, mas não sei o que se está a passar com a nossa equipa.