Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Aspectos defensivos atarefam aviadores

Paulo Caculo - 04 de Setembro, 2009

Cuidados com a defesa para evitar erros desnecessários. É dessa forma que a equipa do Atlético Sport Aviação (ASA) trabalha os últimos pormenores da estratégia para o embate de amanhã, às 15h30, no estádio dos Coqueiros, com o Santos, para a conclusão da 21ª jornada do Girabola.
Limitados em termos de opções, mas fortes em termos de conjunto, parafraseando o técnico José Miguel “Minhonha”, os aviadores projectam para o duelo com os santistas uma equipa jovem e ambiciosa. A formação do aeroporto ganha níveis de confiança, como revela o semblante e a atitude dos jogadores.
À semelhança do que aconteceu na sessão de treinos de terça e quarta-feira últimas, Minhonha e Jacinto voltaram à carga, com exercícios de posicionamento defensivo e ofensivo. Na primeira vertente, os treinadores juntaram-se muitas vezes aos atletas do sector mais recuado, nomeadamente Jamba, Matias, Zinho e Wellys, obrigando-os a afastar bem as situações de jogadas de perigo ensaiadas pelo grupo, durante uma peladinha promovida na parte final do treino. Minhonha mostrou-se bastante interventivo, tendo gritado muitas vezes para o relvado, chamando a atenção a erros e corrigindo pormenores.

ESTREIAS

Dois jovens atletas, provenientes dos juniores, podem fazer a sua estreia na equipa aviadora. Trata-se de Manuel e Wellys que têm feito parte do provável “onze” para sábado. Os referidos jogadores têm oferecido garantias que lhes poderão permitir superar a concorrência no plantel. Este cenário tem aberto igualmente boas perspectivas para a manutenção dos mesmos na equipa titular, graças à gradual integração e à assimilação dos preceitos tácticos de Minhonha.
Na sessão de treinos de ontem, por exemplo, foi visível a forma descontraída como os dois jogadores surgiram a trabalhar na equipa, denotando importantes níveis de entrosamento com um grupo de atletas que não estão habituados a cruzar.
Embora a vertente defensiva tem sido uma nota predominante da preparação dos aviadores, Minhonha não tem descurado da armação do posicionamento ofensivo. Aliás, o treinador serviu-se da preparação da tarde de ontem para aprimorar alguns detalhes que visam potenciar a movimentação ofensiva da equipa. Tony Osódio e Gil Martins têm se destacado na produção das jogadas ofensiva, enquanto Manuel e Martin parece entenderem perfeitamente a estratégia.
Hoje, às 16h00, a equipa efectua a derradeira preparação no relvado sintético do campo Joaquim Dinis. Nesta sessão, os aviadores devem efectuar exercícios ligeiros com e sem bola.

Santos está desfalcado para defrontar o ASA

O Santos FC vai defrontar, amanhã, o Atlético Sport Aviação (ASA), desfalcado de sete influentes jogadores, sendo seis titulares, o que complica a estratégia traçada pelo técnico Mário Calado para esse importante jogo de acerto à vigésima-primeira jornada do Girabola. Trata-se de Chinho, Enoque, Buá, Tsherry, Manucho Barros, Jota-Bé e Milex.
Do grupo de indisponíveis para o duelo de amanhã, no estádio dos Coqueiros, dois são guarda-redes, Tsherry e Jota-Bé, o que deixa bastante preocupado a equipa técnica santista. O primeiro continua com dores no ombro esquerdo, depois da lesão sofrida no desafio diante do Entente Setif da Argélia para as Afrotaças, ao passo que o segundo recupera do paludismo contraído à semana passada. 
O avançado Manucho Barros, por sua vez, sente dores num dos joelhos, por isso, tal como Tsherry e Jota-Bé têm realizado trabalhos condicionado – corridas em volta do campo e exercícios físicos. Ao grupo de indisponíveis por lesão juntam-se Chinho e Buá, ambos recuperam das lesões na coxa e no joelho.
Já o médio Milex vai falhar o jogo por castigo federativo ao passo que o central Enoque está ao serviço da Selecção Nacional que amanhã (sábado) e no próximo dia 9 do corrente, em Portugal, defronta as suas congéneres do Senegal e de Cabo Verde. 
A situação de desfalque que o Santos FC atravessa vai obrigar ao técnico Mário Calado recorrer ao atacante Bebucho, jogador que nos últimos dias trabalhou com a equipa de juniores. 
“Os atletas estão bem, melhoramentos muito no aprimoramento técnico e táctico, e acredito que vamos dar um salto qualitativo na tabela classificativa no Girabola. O desaire do jogo passado já foi digerido. O ASA é uma equipa bastante motivada, mas os meus jogadores vão jogar com muito empenho para superá-los “, disse Mário Calado. Edivaldo Cristóvão

Técnico Minhonha
quer vencer na estreia

Como qualquer treinador ambicioso, Minhonha deixou, ontem, expresso o desejo de vencer o seu primeiro jogo à frente do comando técnico do ASA. O técnico concorda que vai defrontar um “osso duro de roer”, mas garante que está a moldar uma equipa preparada para dar o corpo ao manifesto.
“Queremos jogar bem e satisfazer os nossos adeptos com uma boa exibição. Estamos a treinar para melhorar a nossa posição no campeonato, pois, não estamos satisfeitos com a classificação”, disse Minhonha.
Mas para que o jogo corra bem para o ASA, Minhonha sabe que a equipa não pode cometer erros, sobretudo defensivas, sob o risco de perder a totalidade dos pontos em disputa.
“Por isso estamos a trabalhar com cuidados nos sistemas defensivo e ofensivo para sairmos vitoriosos deste jogo”, assegurou ele, tranquilizando em seguida os adeptos mais cépticos da equipa.“Os nossos adeptos podem ficar tranquilos, porque estamos a fazer de tudo para sairmos da zona aflita da tabela”.
O treinador da equipa aviadora deixou claro que embora o Santos seja uma equipa forte e que corre igualmente atrás dos pontos como o ASA, a única coisa que o preocupa é saber do estado da sua equipa.
(Não estamos preocupados com o adversário. Estamos sim interessados em preparar a nossa equipa, de forma a estarmos bem no sábado). PC