Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Atletas aliviados com um salário

Augusto Panzo - 04 de Novembro, 2016

O plantel do Atlético Sport Aviação (ASA) respira de alívio desde a última terça-feira

Fotografia: Jornal dos Desportos

O plantel do Atlético Sport Aviação (ASA) respira de alívio desde a última terça-feira, depois de a direcção do clube proceder o pagamento de um dos três meses de salário em atraso, apurou o Jornal dos Desportos, de uma fonte ligada à formação do bairro Mártires de Kifangondo.

"Felizmente os jogadores estão mais ou menos aliviados, porque a direcção liquidou um, dos três meses de salário que estavam em atraso. É pouco, mas valeu à pena, porque se calhar, vai ajudar na resolução de alguns dos pendentes. Aliás, mais vale tarde do que nunca", disse.

O nosso interlocutor avançou que o resto das dívidas, incluindo as três tranches referentes aos contratos dos jogadores, ficou acordada que seria seria liquidada hoje, segundo uma promessa feita pelo presidente Elias José.

"Em princípio fomos informados que os outros dois salários em falta, incluindo as três tranches dos contratos dos jogadores em atraso seriam pagos na sexta-feira (hoje). Espero que assim seja, visto que, a ser verdade, isso vai ajudar muito na vida de todos os atletas", revelou.

Na óptica da nossa fonte, em função do aproximar do fim da época futebolística de 2016, sobretudo do Girabola Zap, é bom que a direcção faça um pouco mais de esforços e liquide as dívidas todas. "Como se sabe, a cada fim de época a tendência dos jogadores é de mudar de clube, sobretudo para aqueles que se encontram em fim de contrato", alertou. Então acho que seria bom a direcção do ASA procurar liquidar as dívidas existentes para com os jogadores, no sentido de evitar prováveis castigos pela FAF. Sei que essa missão não será fácil, mas é essencial que se faça isso", defendeu.

 Recordou que de um tempo a esta parte a formação aviadora está a atravessar uma gritante crise financeira, em função da situação económica conjuntural que se vive no país, o que tem criado alguns incumprimentos financeiros da direcção para com os atletas.

Os rebuliços que se verificam no plantel, sobretudo nessa recta final do campeonato, ao ponto de colocar em causa a permanência do ASA no Girabola está a preocupar todos aqueles que se identifiquem com as cores da formação aeroporto.  Contudo, apenas amanhã, após o jogo com o 4 de Abril do Cuando Cubango, referente à 30ª jornada, última do campeonato será conhecida a sentença da equipa.