Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Atletas do ASA paralisam trabalho

29 de Agosto, 2017

O ASA ocupa a 13 jornada do campeonato com 19 pontos, e na ltima jornada perdeu em casa, com o Libolo, por 1-0.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os jogadores da equipa do Atlético Sport Aviação (ASA) observam desde ontem de manhã uma greve, por tempo indeterminado, por falta de pagamento de três meses de salários, soube o Jornal do Desportos,  do chefe do departamento de futebol, João Pereira \"Jamba\".

De acordo com o interlocutor do JD, a equipa técnica liderada por Paulo Saraiva, assim como os atletas, estiveram no campo, porém, estes (jogadores) condicionaram o regresso ao trabalho ao pagamento dos salários referentes aos meses de Maio, Junho e Julho último.

\"Confirmo, que a equipa está em greve desde hoje (ontem). Os treinadores marcaram presença em campo, porém, os jogadores decidiram não treinar, o que deixou os técnicos sem espaço de manobra. Aliás, diante de situações do género (não pagamento de salários) fica difícil um treinador solicitar a compreensão dos atletas\", disse.

O antigo capitão do ASA e ex-internacional pelos Palancas Negras revelou que a direcção aviadora está igualmente em dívida para com os novos membros da equipa técnica liderada por Paulo Saraiva. No total, segundo disse, são quatro meses de salários em atraso - Abril, Maio, Junho e Julho.

João Pereira confirmou igualmente que outra situação que deixa alguns jogadores agastados, aqueles que representaram a equipa na época passada, diz respeito ao não pagamento da totalidade dos contratos.

\"Os atletas, que representaram o clube na época passada, não têm igualmente a situação dos seus contratos resolvidos. O ASA, devido as dificuldades que a direcção enfrenta, ainda não liquidou na totalidade os contratos do ano passado, o que deixam agastados os atletas. Existe da parte direcção, o compromisso do pagamento, mas a situação não está fácil.

O presidente Elias José e os outros membros têm trabalhado ao máximo, mas as coisas não estão fáceis\", referiu. O ASA ocupa a 13ª jornada do campeonato com 19 pontos, e na última jornada perdeu em casa, com o Libolo, por 1-0.