Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Atletas e técnicos sambilas atentos aos aviadores

Avelino Umba - 21 de Julho, 2017

Aliás, o ataque é outro calcanhar de Aquiles, depois de um período em que as coisas corriam bem, interrompido pelo Petro de Luanda na abertura da segunda volta por 2-0.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A equipa técnica e jogadores do Progresso Sambizanga estão atentos as exibições realizadas pelo Atlético Sport Aviação (ASA) nas ultimas jornadas do Girabola Zap, não obstante a derrota com o Santa Rita de Cássia, por 1-0, no jogo da 19ª jornada da competição, daí que o grupo comandado por Kito Ribeiro está a trabalhar a todo o vapor para o duelo referente à 21ª ronda, agendado para o dia 28 de corrente, no estádio dos Coqueiros.

Separados na tabela de classificação por oito pontos 26/19, vantagem dos sambilas, a equipa de Kito ribeiro reconhece que vão ter um adversário bastante forte, que tem vindo a realizar boas exibições, principalmente desde a assumpção do cargo pelo treinador Paulo Saraiva, em substituição de João Machado.

Os sambilas vão regressar à prova com três jogos em atraso pelo facto de ter dado quatro jogadores à selecção nacional. O treinador Kito Ribeiro prepara uma equipa ofensiva em que a circulação rápida da bola e a finalização têm sido determinantes. Aliás, o ataque é outro calcanhar de Aquiles, depois de um período em que as coisas corriam bem, interrompido pelo Petro de Luanda na abertura da segunda volta por 2-0.

Com isso, os  sambilas trabalham confiantes para o regresso aos bons resultados a partir do jogo diante dos aviadores, desafio em que apesar de assumirem o favoritismo, antevêem grandes dificuldades, a julgar pela competência do adversário, daí que a equipa técnica vem apelando a uma maior concentração e determinação dos seus pupilos para encararem cada partida como uma final.

Enquanto isso, o surto palúdico e as lesões que assolaram alguns jogadores do plantel sambila, nomeadamente Almeida, Serge, Nzau, Ndieu e Tshabalala estão ultrapassados.Almeida que esteve com dores no joelho direito e Nzau com uma ruptura na coxa esquerda estão recuperados, embora o último, tenha trabalhado ontem de forma limitada. Quem regressou sem limitações ao trabalho é o avançado Tshabalala, que esteve acometido por um paludismo.

Com excepção de Ndieu, a recuperar de paludismo, e dos quatro jogadores que estão ao serviço da selecção nacional - Fofó, Yano, Vá e Lunguinha - que domingo no estádio 11 de Novembro, em Luanda, defronta as Ilhas Maurícias para o apuramento ao CHAN,  Kito Ribeiro tem à disposição os restantes jogadores. Hoje, a equipa trabalha no seu complexo desportivo e escolar no Sambizanga á partir das 10h00. A equipa técnica está a envidar esforços para um jogo treino amanhã com o Petro de Luanda.
AU